+ Responder Tema
Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 al 15 de 21

Tema: SCRoG - Do Início ao Fim!

  1. #1
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Thumbs up SCRoG - Do Início ao Fim!

    Brigata Verde,
    In un lavoro più eccellente, meraviglioso, fondamentale, indispensabile e spudorato di Copia & Incolla (mio nonno chiamerebbe furto, hahaha ), là vengono la divinità afrobrasiliana Xangô, penetrando il viale, in questa domenica di Carnevale, portando un costume di di traduttore ítalo-brasiliano, senza mai avere parlato l'altra frase prima in italiano, non essere il famoso....

    ...The Book Is On The Table!

    Ma, come è carnevale stesso (quando, che sa il Brasile sa, tutto è valso) ed cogliere l’opportunità che il ventilatore è aceso, là va....


    Tecla SAP



    SCRoG …e arredores

    by FoZ




    SCRoG é a junção das iniciais de SCReen of Green. É uma técnica desenvolvida por volta dos anos 60, nos EUA, quando ainda não se utilizava as lâmpadas de Sódio nos Grows, e servia para maximizar a utilização das lâmpadas fluorescentes, que eram a principal fonte de iluminação.



    1- Algum Sinal de Iluminação


    Imaginemos uma fonte luminosa qualquer. Próximo à fonte de emissão, nós temos certa intensidade de brilho, que nós medimos em lumen/m2; assim que começamos nos afastar da fonte, a intensidade luminosa vai diminuindo, enquanto a luminosidade inicial se distribuirá sobre uma superfície maior.


    É um pouco como quando lançamos uma pedra a um lago. Veremos se formarem ondas concêntricas, bem definidas nos centros, mas cada vez mais tênues, até desaparecer, conforme vão se afastando do centro.


    Preste atenção às correlações entre distância da lâmpada e Lumens, e que, efetivamente, a intensidade diminui rapidamente, conforme vamos nos afastando da fonte.


    A intensidade diminui ¼ ao dobrarmos a distância. O gráfico abaixo pode dar uma idéia, sobre o que estou falando:






    Qualquer lâmpada, de certa potência (que é expressa em watt – w), tem a sua faixa de ação, dentro da qual ela é mais eficiente. Quanto maior a potência, maior será a superfície que será iluminada.


    Usando lâmpadas de poucos watts, como as Fluorescentes ou HIDs de baixa potência, 70, 150 ou 250 w, nós temos um raio de ação muito pequeno, e temos que ver como fazer com uma planta adulta, de 80 a 100 cm. Não teremos sucesso em iluminar adequadamente os Camarões inferiores. Isto não significa que a planta não florirá...

    ... Simplesmente, as flores mais próximas da base ou afastadas da lâmpada, serão menos resinosas, em relação aos Camarões mais próximos à fonte de luz.


    Usar lâmpadas de baixa potência, não obriga que haja uma perda de produtividade.


    Nós veremos agora como, usando um pouco de inteligência, poderemos chegar a ter uma boa produção de Camarões, com lâmpadas de baixa potência (até 250 w HID)



    2- SCRoG – As Bases -


    A- A Rede


    O conceito de base é muito simples: Limitar o crescimento vertical e promover o crescimento horizontal, e deste modo teremos uma planta que todos os seus ramos superiores estarão a uma mesma distância da lâmpada, com a mesma condição de se desenvolverem da forma que mais gostamos.


    Nós podemos realizar esta tarefa, de maneira bastante eficaz, utilizando uma rede semi-rígida, destas usadas em galinheiros e cercados. A forma da malha não é importante. Pode ser quadrada, hexagonal, retangular, todas vão bem. O que é importante é que a malha não seja muito pequena. Acima de cinco cm de lado já é um bom tamanho.


    Quando a planta já estiver por volta de 20 a 30 centímetros, vamos colocá-la sobre a rede citada, e forçá-la a um crescimento horizontal, e utilizaremos cordões (amarras) para melhor direcionar e também para fixar.


    É indicado o uso de clones, onde já saibamos o sexo da menina, pois seria uma péssima notícia descobrirmos um macho debaixo da rede. Além da perda de tempo, o buraco que ficaria, após a remoção do indesejado, seria algo contra os princípios de economia do SCRoG.






    B- Treinamento

    Não é obrigatório “Amarrar” os ramos das meninas, mas... é fortemente recomendável que se faça. O ideal é que direcionemos cada “topo de ramo” para um buraco da rede e, para conseguirmos “domar” a planta, a melhor coisa a fazer é usar estes Fios de Arame Plastificado, das fotos abaixo. São de plástico macio, com um fio de aço macio no meio. São estes que usamos para fechar sacos de pão, panetone & congêneres.








    Eles têm a vantagem de serem facilmente utilizados, removidos e reutilizados. São encontrados em pacotes e rolos, em lojas de materiais de escritório. Se for muito complicado, podem-se utilizar outros tipos de fios “vulgares”, que funcionarão muito bem.


    Imágenes Adjuntadas
    Última edición por xango; 18/02/2007 a las 18:21 PM

  2. Los siguientes 11 Usuarios dan las gracias a xango por este Post:

    arrebento (13/11/2011), chiconha (07/01/2014), Chuin (10/09/2011), florincrazy (14/03/2011), Jim*Morrison (27/09/2011), KIUTIANO (29/10/2013), Mar.de.Ganja (04/08/2012), Morpheus PT (26/12/2012), Presto (06/12/2013), rootpt (12/06/2012), xr_883 (09/10/2011)

  3. #2
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Arrow SCRoG - Do Início ao Fim! - Parte II

    B- Treinamento - Continuação...


    Manter a planta embaixo de uma rede é uma arte! Que trata da harmonização de duas “vontades”, muitas vezes discordantes. De um lado, temos nosso objetivo de preencher uniformemente a rede, e de outro lado, temos a tendência natural de a planta crescer para cima, pouco se importando com a rede.


    Para inicio, é muito importante que tenhamos uma planta que “colabore” conosco e que tenha uma “forma ajustada” aos nossos propósitos; para tanto, será necessário nossa ação, seja no sentido de modificar o formato típico da planta, fazendo “topping” (ver parágrafo - C -), seja no sentido de escolher as plantas com os fenótipos com as características mais adequadas (Ver o fim do Parágrafo – D -).


    Estes são três belos exemplos, NÃO de SCRoG, mas sim de SOG

    Já esta, ao contrário, é uma planta que se desenvolveu muito bem sob uma rede



    Para se conseguir a ramificar uma planta, temos duas possibilidades de colocação sob a rede: Ao centro ou em uma lateral (veja esquema abaixo):


    - No primeiro caso deveremos ter o cuidado de assegurar a disposição dos ramos, para formarmos uma “Coroa”, “Auréola” ou “Espiral”. É importante que alguns dos ramos secundários (em vermelho, no desenho), sejam trazidos à rede e preencham as áreas intermediárias, para que estas não fiquem sem cobertura “Topos Verdes”.


    - No caso de uma distribuição “Fora do Centro”, o tronco será disposto em um dos cantos da rede, próximo ao meio de uma das laterais, ou até mesmo fora da área de cobertura da rede.; os ramos principais serão atados paralelos uns aos outros, com os ramos secundários dispostos perpendicularmente aos principais, de modo a preencher os espaços vazios.


    Os ramos principais serão conduzidos para as extremidades da rede, para tentarmos conseguir uma abertura relativamente grande (evidenciado em verde, no desenho), que permitirá trazer à luz os ramos secundários, principalmente no “Setup” colocado ao centro da rede.


    Visão de cima da rede


    Se a planta estiver bem treinada, mantê-la atada à rede não será um grande problema. O importante é fazê-lo regularmente e com constância, de modo a “administrar” os novos, e bem macios, ramos, em um momento em que são facilmente conduzidos pela rede.


    Eu deixo os ramos crescerem cerca de 4 – 5 cm, antes de atá-los e conduzi-los através da rede.


    Dando seguimento, algumas “Cenas de Bastidores”:


    1


    Imágenes Adjuntadas
    Última edición por xango; 18/02/2007 a las 18:25 PM

  4. Los siguientes 7 Usuarios dan las gracias a xango por este Post:

    arrebento (13/11/2011), chiconha (07/01/2014), Chuin (10/09/2011), Jim*Morrison (27/09/2011), KIUTIANO (29/10/2013), Skyllogreen (06/06/2013), xr_883 (09/10/2011)

  5. #3
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Arrow SCRoG - Do Início ao Fim! - Parte III

    B- Treinamento - Continuação...


    2


    3


    Nas fotos Dois e Três, podemos ver como o caule principal foi atado Sobre a parte inicial da rede (na ponta), e depois conduzida novamente até a parte de baixo da rede, onde foi novamente atada na ponta oposta.

    Chegando na Academia de Ginástica!

    Depois de uma seção de Spinning, Lamba-Aeróbica e meia horinha de Shiatsu...


    Imágenes Adjuntadas
    Última edición por xango; 18/02/2007 a las 18:27 PM

  6. Los siguientes 9 Usuarios dan las gracias a xango por este Post:

    arrebento (13/11/2011), chiconha (07/01/2014), Chuin (10/09/2011), Greenlife (23/09/2011), Jim*Morrison (27/09/2011), KIUTIANO (29/10/2013), Presto (06/12/2013), Skyllogreen (06/06/2013), xr_883 (09/10/2011)

  7. #4
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Arrow SCRoG - Do Início ao Fim! - Parte IV

    C – Podar Ou Não Podar? Eis A Questão?


    Para conseguirmos que a planta tenha uma distribuição mais uniforme, sob a rede, um bom conselho é a utilização da técnica chamada “Topping”. Com a finalidade de promover o desenvolvimento dos ramos laterais, antes de iniciar as amaras na rede, faremos o corte da Gema Apical. Neste ponto existe, normalmente, uma concentração maior de hormônios naturais de crescimento que nos ramos secundários. Por este motivo, e também pela melhor exposição à luz, que o “Topo Principal” se desenvolve mais e melhor que os ramos secundários. Quando podamos a planta, estamos forçando a planta a redistribuir tais hormônios, garantindo uma melhor uniformidade na distribuição dos ramos. Não desejamos uma “Cabeça” maior que a outra, que diminua ou remova a luminosidade para os outros ramos, mas desejamos um “mar verde”, com formato regular, tanto em altura quanto em formato, para obtermos quase o mesmo resultado que com um SOG... mas usando apenas um quarto da quantidade de plantas! É importante realizarmos o “Topping” quando a planta ainda é nova, de modo a garantir que todos os ramos laterais da planta, possam alcançar a rede ao mesmo tempo. Quando a planta estiver com cerca de 15 cm ela já está pronta para a “decapitação” e, com a finalidade trazer a menor carga de stress para a jovem planta, o corte deve ser feito com uma lamina esterilizada, bastante afiada, com um ângulo de 45° em relação à Gema Apical da planta.

    É particularmente indicado o uso da técnica de poda FIM. Se com o método anterior conseguiremos desenvolver duas novas “Cabeças”, com o uso da técnica FIM poderemos obter muito mais “Cabeças (de 3 a 8). Diferente do corte tradicional, à 45º, neste caso faremos um corte “Curvo” ou em formato de “bacia”, utilizando uma lamina macia, que arquearemos em formato de “U” e usaremos como uma colher, fazendo um movimento de “escavar” a ponta apical das plantas.





    É importante NÃO cortar inteiramente a Gema Apical, preservando do corte, cerca de 20% da mesma. Na prática, não realizaremos uma remoção completa, mas somente removeremos a ponta, e a ponta remanescente permanecerá, com seu formato de “Taça”. A figura abaixo deverá contribuir muito na compreensão do assunto, mas... somente a prática levará à perfeição... portanto, arma-te de lâmina, coragem e... mãos firmes!


    Corte da Gema Apical, em detalhe





    D- Quantas Plantas?

    O SCRoG é ideal para “Setups” que utilizem lâmpadas HID de baixa potência ou lâmpadas fluorescentes, mas nada impede que se faça SCRoG com lâmpadas de 1000 w... e dois metros quadrados de rede. Apenas haverá um crescimento muito forte, e o trabalho envolvido na manutenção será bem maior e mais difícil, dada as dimensões.

    Para decidirmos quantas plantas colocarmos sob a rede, devemos ter em mente o seguinte dado fundamental: Quando usamos o SCRoG, em consideração aos métodos tradicionais de cultivo, devemos dar um tempo extra na fase do vegetativo, entre uma a três semanas A MAIS, exatamente para dar o tempo de preencher toda a área superior da rede com Cabeças antes do florescimento. Quando aumentamos a quantidade de plantas sob a rede, diminuímos o tempo necessário ao preenchimento da rede.

    Tomando como exemplo um pequeno armário de 60 x 60 cm, o número ideal seria de 4 plantas, mas desejando-se encurtar o tempo, podemos aumentar o número para seis plantas, mas, se esperar não for problema, podemos colocar para florir, apenas duas plantas.

    Neste último caso a produção será melhor (Camarões maiores e mais potentes), visto que a planta terá mais tempo para maturar, durante a fase vegetativa; mas, efetivamente, o ganho não será tão significativo, se comparado com a solução de Seis plantas e ciclos mais curtos.

    Em relação ao preenchimento da rede, podemos escolher entre duas opções de tipos “opostos” (ou escolhermos alguma opção intermediária), que diferem basicamente em questão da “Densidade” no início da floração. Podemos decidir colocar em floração uma rede não completamente cheia, ou escolher estender a fase vegetativa, até a tela estar completamente tomada, com um crescimento vertical de cerca de 10 cm, e então iniciar a floração.

    No primeiro caso, teremos apenas uma ligeira “Penugem” de folhas, sobre a tela.

    250 w – Saindo da vegetação (tela não cheia)

    250 w – Final da Floração


    Imágenes Adjuntadas

  8. Los siguientes 7 Usuarios dan las gracias a xango por este Post:

    arrebento (13/11/2011), chiconha (07/01/2014), Chuin (10/09/2011), Jim*Morrison (27/09/2011), Presto (06/12/2013), Skyllogreen (06/06/2013), xr_883 (09/10/2011)

  9. #5
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Arrow SCRoG - Do Início ao Fim! - Parte V

    D- Quantas Plantas? - Continuação




    Na segunda, e oposta, opção, esperaremos a rede estar mais tomada, com uma densidade maior de Cabeças, e a tela terá a aparência de uma floresta, ao final da vegetação, pois as pontas estarão mais alongadas:


    400 w – Terminando a vegetação (tela bem cheia)

    400 w – Florescimento em plena carga!


    Considerando uma lâmpada de baixa potência, é melhor utilizar a solução “Penugem”, enquanto com uma lâmpada de maior capacidade de penetração (acima de 400 w), já é possível trabalhar com um SCRoG mais denso.


    Um fato importante, a ser considerado, é que quando uma planta inicia seu período de Florescimento, ela não para de crescer, e, pelo contrário, ela terá uma fase de desenvolvimento acentuado, que deveremos levar em consideração; poderemos colocar a rede para florescer, com 80-85% de preenchimento, e continuar com as sessões de treinamento, durante as duas primeiras semanas desta fase, ou podemos fazer florir uma rede “Mata Fechada” e obter uma área maior, no sentido da altura. Esta fase de crescimento varia de planta para planta, e a duração é dependente da genética da planta; A Silver Pearl (Sensi Seeds) tem um desenvolvimento bastante reduzido, enquanto que alguns fenótipos de Bubble Gum da WhiteLabel (marca “segunda-linha” da Sensi) têm uma fase de desenvolvimento bastante pronunciado; A Cinderella99 (Brothers Grimm) pode facilmente dobrar de tamanho, durante a fase do Florescimento. “Scrogando” uma planta desconhecida, é um bom conselho, não colocá-la para florir, com a rede totalmente tomada, pois podemos ter a “surpresa” de uma fase de crescimento muito acentuada, que fará as cabeças encostarem nas lâmpadas e se queimarem (nós costumamos deduzir, que quem pratica SCRoG, tem problemas de altura, em seu armário ).


    Alguns Strains bons para o SCRoG: Silver Pearl - Northern Light - Cinderella99 - Bubble Gum (Este trabalho é de 2002!)





    E – Desbaste & Limpeza

    É recomendável fazer uma limpeza periódica sob e sobre a rede, principalmente se ela é muito densa. Faremos isto para melhorar a circulação de ar em volta da planta, e evitarmos a formação de fungos e mofo.

    Nós vamos remover as folhas amarelas, amareladas ou secas, além de todos os ramos que sobrarem sobre a rede e que atrapalhem o aproveitamento da luz, por parte dos ramos mais nobres, o Camarões ou Cabeças!




    Imágenes Adjuntadas

  10. Los siguientes 7 Usuarios dan las gracias a xango por este Post:

    arrebento (13/11/2011), chiconha (07/01/2014), Chuin (10/09/2011), Jim*Morrison (27/09/2011), Presto (06/12/2013), Skyllogreen (06/06/2013), xr_883 (09/10/2011)

  11. #6
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Arrow SCRoG - Do Início ao Fim! - Parte IV

    3 - SCRoG - Técnicas Avançadas




  12. Los siguientes 2 Usuarios dan las gracias a xango por este Post:

    Chuin (10/09/2011), lukas.siade (03/06/2013)

  13. #7
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Arrow SCRoG - Do Início ao Fim! - Partye VII

    3 - SCRoG - Técnicas Avançadas - Continuação


  14. El siguiente Usuario da las gracias a xango por este Post:

    Chuin (10/09/2011)

  15. #8
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Arrow SCRoG - Do Início ao Fim! - Parte VIII

    3 - SCRoG - Técnicas Avançadas - Continuação



  16. #9
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Arrow SCRoG - Do Início ao Fim! - Parte IX

    SCRoG - Complemento



  17. #10
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Arrow SCRoG - Do Início ao Fim! X

    SCRoG - Complemento - Continuação



  18. #11
    Fecha de Ingreso
    24 Nov, 06
    Ubicación
    Babilônia, que mistura Erva Santa, com A
    Mensajes
    270
    Gracias
    1
    264 gracias recibidas en 90 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Daemon Tecla SAP!

    Galera verde,

    Em mais um excelente, maravilhoso, fundamental, indispensável e descarado trabalho de Copiar & Colar (meu avô chamaria de roubo, mesmo, hahaha), lá vêm Xangô, adentrando a avenida, neste Domingo de Carnaval, fantasiado de tradutor ítalo-brasileiro, sem nunca ter falado outra frase em italiano antes, a não ser a famosa....

    ...The Book Is On The Table!

    Mas, como é carnaval (que, quem conhece o Brazil sabe, tudo se vale), mesmo, e aproveitando que o ventilador está ligado, lá vai....



    Abraços mal traduzidos para todos



  19. Los siguientes 2 Usuarios dan las gracias a xango por este Post:

    chiconha (07/01/2014), Chuin (10/09/2011)

  20. #12
    Fecha de Ingreso
    02 Aug, 06
    Mensajes
    387
    Gracias
    0
    28 gracias recibidas en 22 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Re: SCRoG - Do Início ao Fim!

    Boa Xango...

    Mais um tópico para ir servir de referência lá no growrrom.net. Só o que tem já dá para fazer um belo de um scrog, quero ver a continuação com as técnicas avançadas...

    As fotos são de primeira, valeu pelo trampo.
    OBSERVATÓRIO DA CANNABIS

    Seja um carcinicultor você também.

    "The blue bus is callin' us
    The blue bus is callin' us
    Driver, where you taken' us?"
    Jim Morrison

  21. El siguiente Usuario da las gracias a W. Bonner por este Post:

    chiconha (07/01/2014)

  22. #13
    Fecha de Ingreso
    24 Aug, 06
    Mensajes
    488
    Gracias
    7
    102 gracias recibidas en 53 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    2 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Re: SCRoG - Do Início ao Fim!

    Eu não sei o que vc faz na vida xango, mas, ja ta contratado para o que vc quiser.

    abraços cannábicos

  23. #14
    Fecha de Ingreso
    31 Jul, 06
    Mensajes
    259
    Gracias
    0
    23 gracias recibidas en 13 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Re: SCRoG - Do Início ao Fim!

    Hahahaha

    muito bom Xangô!!

    Sem palavras, esses tutoriais q temos q mostrar pros gringos!

    Coisa muito bem feita!

    Abrazos!

    Ganja.
    "Tá vendo todo y se queda ahí parado, con esa cara de viado que vio el caxinguele".

  24. El siguiente Usuario da las gracias a Ganjaman/BR por este Post:

    Chuin (10/09/2011)

  25. #15
    Fecha de Ingreso
    02 Jan, 07
    Mensajes
    129
    Gracias
    0
    0 gracias recibidas en 0 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Re: SCRoG - Do Início ao Fim!

    Realmente muito bom.

    Mas continuo a discordar de somente 1 ponto, as amarras .

    Nas imagens que você nos mostra Xango, mais precisamente das amarras, qual seria o tamanho da tela?

    Fora que neste seu esquema (muito prático por sinal) esta fora de um armário, facilitando o uso de amarra (não que seja necessário IMHO), mas dentro de um armário você já teve a oportunidade de cultivar e tentar amarrar?

    Ou neste esquema seu você transporta para o armário?

    Tenho feito sem amarras (uso armário), pois ficaria inviável a utilização delas, é muito foda alcançar o fundo do armário (não que o meu seja fundo 70cm mais ou menos).

    Valeu pelo ótimo tutorial, cheio de humor.

+ Responder Tema
Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo

Temas Similares

  1. Poda Do Principio Ao Fim
    Por xango en el foro Iniciantes
    Respuestas: 39
    Último Mensaje: 16/08/2013, 01:22 AM
  2. Scrog
    Por verdusco en el foro Cultivo Indoor
    Respuestas: 11
    Último Mensaje: 24/11/2006, 15:29 PM
  3. Respuestas: 63
    Último Mensaje: 27/09/2006, 19:56 PM

Usuarios Etiquetados

Permisos de Publicación

  • No puedes crear nuevos temas
  • No puedes responder temas
  • No puedes subir archivos adjuntos
  • No puedes editar tus mensajes