+ Responder Tema
Resultados 1 al 6 de 6

Tema: Ativista preso com cultivo para fins medicinais responderá em liberdade

  1. #1
    Fecha de Ingreso
    03 may, 12
    Ubicación
    Igreja São Terêncio Mackniana
    Mensajes
    1,089
    Gracias
    3,664
    4,830 gracias recibidas en 1,088 Posts
    Mencionado
    159 Mensaje(s)
    Etiquetado
    32 Tema(s)
    Citado
    283 Mensaje(s)

    Ativista preso com cultivo para fins medicinais responderá em liberdade

    photo_2015-05-21_15-24-09-1000x666.jpg

    Na manhã desta quinta-feira (21), a polícia civil de Maricá, Rio de Janeiro, entrou na casa do advogado Ricardo Nemer, de 40 anos, e encontrou alguns pés de maconha, material de cultivo e mudas da planta. Segundo José Ricardo Oliveira, Chefe de Investigações da 82ª DP de Maricá, o advogado estava em São Paulo na hora da ação, e apenas sua esposa e sua mãe estavam no local. Ao saber da ação policial, o advogado voltou às pressas da capital paulista para se apresentar à delegacia.

    Ele prestou depoimento e foi liberado para responder em liberdade. Ricardo Nemer é um ativista conhecido no meio canábico e atende legalmente pessoas que fazem uso medicinal de maconha, como disse em entrevista recente para o jornal Estadão. O delegado Dr. Júlio César Mulatinho que coordenou a operação na casa de Ricardo, afirmou que vai esperar a apuração dos fatos, mas ponderou que o advogado talvez mantivesse a plantação para uso de fins medicinais (assista ao vídeo abaixo). O advogado do Growroom, Emílio Figueiredo, acompanha o caso.

    No final de março deste ano, a 6ª Vara Criminal de Santos inocentou da acusação de tráfico de drogas um médico ginecologista e obstetra que plantava maconha em seu apartamento, em Santos (SP). Para a juíza Silvana Amneris Rôlo Pereira Borges, que acompanhou o caso, ficou comprovado no processo que o médico, de 27 anos, plantou a erva para o próprio consumo e fins medicinais e desclassificou o delito para porte de drogas. A apreensão na casa do médico aconteceu em novembro de 2012.

    É um momento delicado, mas que pode trazer benefícios para futuros casos semelhantes aos de Ricardo. Ao contrário da lamentável divulgação feita nessa semana pela PF do Distrito Federal no Facebook, exaltando a prisão de um jovem em Brasília por conta de uma estufa com meia-dúzia de plantas, o Growroom destaca o trabalho que alguns agentes da lei vêm fazendo em compreender as obviedades que diferem um usuário -sobretudo para fins medicinais -, de um traficante de drogas.

    #liberdadeatodososcultivadores
    #legalizeocultivocaseiro
    #jardineironãoétraficante
    #legalizeamaconhamedicinal


    http://growroom.net/2015/05/21/ativi...-em-liberdade/


    Aqui a merda da reportagem:
    http://www.leisecamarica.com.br/plan...-veja-o-video/

    Consumir o que você mesmo planta é algo tão básico, tão fundamental, que é absurdo pensar que o sujeito pode ser proibido disso!
    Choupana Orgânica * Chapelaria Mágica * Jardim Etnobotânico
    http://www.cannabiscafe.net/foros/sh...elaria-Mágica

  2. Los siguientes 3 Usuarios dan las gracias a Trich Lover por este Post:

    Beckenbauer (22/05/2015), cuiajah (29/04/2016), Harvest*Time (21/05/2015)

  3. #2
    Fecha de Ingreso
    03 may, 12
    Ubicación
    Igreja São Terêncio Mackniana
    Mensajes
    1,089
    Gracias
    3,664
    4,830 gracias recibidas en 1,088 Posts
    Mencionado
    159 Mensaje(s)
    Etiquetado
    32 Tema(s)
    Citado
    283 Mensaje(s)

    Re: Ativista preso com cultivo para fins medicinais responderá em liberdade

    Um grande golpe no movimento né.......SÓ QUE NÃO BARALHO!!!

    Mais um dos nossos que cai, mais um dos nossos que se levanta!

    Certos fatores o favoreceram, ter se apresentado, fazer uso medicinal, ser advogado e estar acompanhado de advogado.

    Agora a bola esta com as autoridades, delega vai relatar e mandar para o MP, para o alto e avante pra cima deles Dr.Xurupitas!
    Última edición por Trich Lover; 21/05/2015 a las 23:57

    Consumir o que você mesmo planta é algo tão básico, tão fundamental, que é absurdo pensar que o sujeito pode ser proibido disso!
    Choupana Orgânica * Chapelaria Mágica * Jardim Etnobotânico
    http://www.cannabiscafe.net/foros/sh...elaria-Mágica

  4. Los siguientes 4 Usuarios dan las gracias a Trich Lover por este Post:

    Beckenbauer (22/05/2015), cuiajah (29/04/2016), Harvest*Time (21/05/2015), Luckyfarms (21/05/2015)

  5. #3
    Fecha de Ingreso
    05 abr, 15
    Mensajes
    107
    Gracias
    490
    496 gracias recibidas en 103 Posts
    Mencionado
    11 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    18 Mensaje(s)

    Re: Ativista preso com cultivo para fins medicinais responderá em liberdade

    Salve Salve coisa linda saber que respondera em liberdade...ainda mais pelo numero de plantas que nao foram poucas...pelo que parece a policia vem se conscientizando que muitos usuarios vem tentando se livrar do trafico e que o cultivo indoor nas atuais condições do pais seria completamente inviavel para se traficar...
    Pois nos eua uma grama de cannabis medicinal nao custa menos que 30 reais...aqui no brasil estamos tendo dificuldade em comprar mantimentos como poderiamos pagar 50 ou 60 dilmas por uma grama...
    Mesmo que sentindo muito pela prisao do ativista tenho em vista que esse processo tera grande repercussao e ainda abrira precedentes para que os proximos cultivadores presos injustamente sejam enquandrados nos mesmos direitos como responder em liberdade...
    Tamu junto

  6. Los siguientes 4 Usuarios dan las gracias a Luckyfarms por este Post:

    Beckenbauer (22/05/2015), cuiajah (29/04/2016), Harvest*Time (21/05/2015), Trich Lover (22/05/2015)

  7. #4
    Fecha de Ingreso
    03 may, 12
    Ubicación
    Igreja São Terêncio Mackniana
    Mensajes
    1,089
    Gracias
    3,664
    4,830 gracias recibidas en 1,088 Posts
    Mencionado
    159 Mensaje(s)
    Etiquetado
    32 Tema(s)
    Citado
    283 Mensaje(s)

    Re: Ativista preso com cultivo para fins medicinais responderá em liberdade

    Defensor da legalização da maconha, advogado é denunciado por cultivo

    Polícia apreendeu cerca de 30 pés que estavam em casa de Maricá, no RJ.
    Ricardo Nemer já defendeu consumo medicinal no Senado.

    img_5033-1024x644.jpg
    Pés de maconha foram encontrados em casa de advogado (Foto: Romário Barros / Lei Seca Maricá)

    Cerca de 30 pés de maconha foram apreendidos na casa de um advogado em Maricá (RJ), em uma operação da Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (21). Ricardo Nemer, de 40 anos, é conhecido por defender a legalização e o uso medicinal da droga. Os policiais chegaram ao local, no bairro Morro do Clan, após uma denúncia. O advogado estava em viagem a São Paulo na hora da abordagem, mas já se apresentou à 82ª DP nesta tarde.

    11296989_10202936614536077_1952924755_o.jpg
    Livros e material de cultivo também foram
    apreendidos (Foto: Romário Barros / Lei Seca Maricá)

    Segundo o chefe de investigação, inspetor José Renato Oliveira, na casa do advogado também foi encontrada uma estufa, além da droga pronta para o uso, sacos de adubo e livros sobre o uso medicinal da erva e história da maconha no Brasil.

    Ativismo
    Em uma audiência pública no Senado, em setembro de 2014, o advogado aparece defendendo o consumo da planta e se opondo à distribuição do CBD (canabidiol) pelo SUS. "Imagine um remédio que vem importado pra cá, que só pessoas com poder aquisitivo podem ter e pessoas de baixo poder aquisitivo, que plantam sua maconha, vão presos para a cadeia. É muito importante mostrar que maconha não é uma ampola, maconha é uma planta", fala Nemer em um vídeo gravado na audiência.

    11297084_10202936614616079_870784724_o.jpg
    Adubo e maconha já pronta para consumo também foram encontrados (Foto: Romário Barros / Lei Seca Maricá)

    http://g1.globo.com/rj/regiao-dos-la...r-cultivo.html

    Consumir o que você mesmo planta é algo tão básico, tão fundamental, que é absurdo pensar que o sujeito pode ser proibido disso!
    Choupana Orgânica * Chapelaria Mágica * Jardim Etnobotânico
    http://www.cannabiscafe.net/foros/sh...elaria-Mágica

  8. Los siguientes 3 Usuarios dan las gracias a Trich Lover por este Post:

    cuiajah (29/04/2016), Harvest*Time (26/05/2015), Luckyfarms (23/05/2015)

  9. #5
    Fecha de Ingreso
    03 may, 12
    Ubicación
    Igreja São Terêncio Mackniana
    Mensajes
    1,089
    Gracias
    3,664
    4,830 gracias recibidas en 1,088 Posts
    Mencionado
    159 Mensaje(s)
    Etiquetado
    32 Tema(s)
    Citado
    283 Mensaje(s)

    Re: Ativista preso com cultivo para fins medicinais responderá em liberdade



    Por Cassady

    Pés de maconha plantados em casa se tornaram o novo tema das operações policiais do RJ, ou melhor, das “peças teatrais” da polícia fluminense. Nesta quinta (21), o ativista e advogado Ricardo Nemer foi a bola da vez.

    Há alguns anos, conversava em off com um agente da Coordenadoria de Operações Especiais (Core) do RJ sobre a então nova tática da Secretaria de Segurança, de anunciar as operações policiais um dia antes da ação. O objetivo, neste caso, não era prender os traficantes, mas sim expulsá-los das comunidades a fim de evitar confrontos. O policial, em um canto da delegacia, me explicou que tudo aquilo não passava de um mero “teatro”: “Os personagens já estão definidos, o cenário geralmente é o mesmo, e o que oferecemos é o que o público quer, que é ver bandido fugindo. Mas, em termos de eficácia, isso não gera nada, já que os traficantes acabam indo para comunidades amigas, e, de lá, continuam controlando todos os pontos de venda de drogas. É um verdadeiro teatro, que tem público, mas não tem eficácia”, me explicou o indignado agente.

    Aquela definição de “teatro” ficou marcada na minha memória, e comecei a observar que, a cada ano, novos temas passaram a protagonizar estas peças policiais. Este ano, indiscutivelmente, as autoridades descobriram um novo assunto: prender cultivadores caseiros de cannabis. As plantas exóticas, aliadas à tecnologia usada para a sua produção, criam um cenário quase futurista para aqueles conservadores que desconhecem totalmente o universo da maconha. Os antagonistas desta peça também são exóticos, pois se diferem daqueles presos nas operações em comunidades. Geralmente, têm curso superior, não possuem armas, e nunca oferecem resistência. Em suma, são ativistas, mas seus discursos pró-legalização não entram no roteiro das peças, somente o tom de justiça proferido pelos “heróis” (?) da trama.

    Mas, novamente, voltamos a questão da eficiência da ação, que, neste caso, é nenhuma. Os presos nestas operações se sustentam graças ao seu trabalho, não traficam o que plantam, pagam seus impostos e lutam por uma sociedade melhor a cada bud colhido em suas estufas. Ou seja, não oferecem qualquer risco à sociedade. Quem lucra com a prisão destes é somente a polícia, ou melhor, a imagem da corporação, que consegue transmitir uma eficiência somente àqueles que assistem os telejornais. “Uma imagem vale mais que mil palavras”, diria aquele professor da faculdade.

    No entanto, nesta quinta-feira (21), a polícia pode ter dado um passo maior que suas pernas. Prenderam o cultivador talvez mais “escrachado” do ativismo nacional, o advogado Ricardo Nemer, que nunca escondeu de ninguém que cultivava sua própria maconha, claro, para uso próprio. Tenho certeza de que foi totalmente desnecessária qualquer investigação. Bastaria alguém da delegacia telefonar para ele, que o próprio o conduziria até sua casa e mostraria suas plantas. E, com seu poder de persuasão (como todo bom advogado), o policial corria o risco de ser convencido a plantar sua própria maconha para produzir o famoso óleo medicinal, que é usado para diversas patologias.

    Mas isso não daria audiência. Novamente, e covardemente, a policia realizou a operação quando o próprio não estava em sua residência, mas sim seus familiares. Ricardo retornou o mais rápido possível, mas a catarse já estava acontecendo, ao vivo e a cores, e registradas em HD pelas mídias locais. Ao fim do espetáculo, todos retornaram para os seus lares, inclusive Ricardo, que vai responder em liberdade.

    Ricardo é usuário medicinal de maconha e um dos maiores nomes do ativismo no Brasil. Luta, com recursos próprios, pela liberdade de diversos cultivadores presos erroneamente como traficantes. Tem orientado e fundado diversas associações que lutam pelos direitos dos usuários, medicinais ou não. Conversa constantemente com mães de crianças portadoras de epilepsia, explicando os milagres do hemp oil. Ensina e convence seus colegas de profissão a defender usuários presos pela ignorância. Escreve artigos para jornais, e participa de debates públicos sobre legalização. Enfim, é um ativista ativo, daqueles que colocam a cara à tapa quando veem qualquer tipo de injustiça. Quem duvida, basta procurar no Google que vai se surpreender.

    Ricardo também é aquele amigo para todas as horas, e uma pessoa “beligerantemente divertida”, porque, para ele, não existe “meio ladrão”. Ou você é justo ou não é. Ou luta pela liberação total da maconha, ou é um proibicionista. Não existe meio termo para ele. E, nesta polaridade, conquistou fãs e muitos amigos, que se espelham nele para continuarem com seus cultivos caseiros, como forma de não financiar o tráfico de drogas.

    No final das contas, Ricardo Nemer é um bom exemplo de cidadão e chefe de família. E, na ação desta quinta, a polícia ajudou a dar força às suas convicções durante sua dramaturgia cotidiana. A “classe” está mobilizada como nunca, principalmente, com as Marchas da Maconha que já estão acontecendo em várias cidades brasileiras este ano. Com isso, esta peça policial pode ter um final diferente. Pelo menos, é nisto que acreditamos. Se um foi por todos, todos serão por um.

    Consumir o que você mesmo planta é algo tão básico, tão fundamental, que é absurdo pensar que o sujeito pode ser proibido disso!
    Choupana Orgânica * Chapelaria Mágica * Jardim Etnobotânico
    http://www.cannabiscafe.net/foros/sh...elaria-Mágica

  10. Los siguientes 3 Usuarios dan las gracias a Trich Lover por este Post:

    BoBrasileiro (25/05/2015), cuiajah (29/04/2016), Harvest*Time (26/05/2015)

  11. #6
    Fecha de Ingreso
    24 ago, 15
    Mensajes
    17
    Gracias
    0
    4 gracias recibidas en 2 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    1 Mensaje(s)

    Re: Ativista preso com cultivo para fins medicinais responderá em liberdade

    boa!!! é isso ae

+ Responder Tema

Usuarios Etiquetados

Permisos de Publicación

  • No puedes crear nuevos temas
  • No puedes responder temas
  • No puedes subir archivos adjuntos
  • No puedes editar tus mensajes