+ Responder Tema
Página 2 de 8 PrimerPrimer 123456 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 16 al 30 de 118

Tema: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

  1. #16
    Fecha de Ingreso
    01 feb, 16
    Mensajes
    30
    Gracias
    38
    126 gracias recibidas en 29 Posts
    Mencionado
    9 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    8 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Boas,
    parece-me bem o contacto com a comunicação social. à lista de mails ja referida acrescentava os mails pessoais de todos os deputados do be bem como de todas as secções distritais do partido. eventualmente estender isto ao ps visto ja haver algum interesse demonstrado desse lado. relativamente à carta de apresentação, tb me parece bem mas acrescentava q devia ser feita sob a forma de comunicado de imprensa, com uma alusão clara aos objectivos reivindicados. em relação a esses objectivos: projecto-lei do bloco? com alterações? se sim, quais?
    acho óptima a ideia de "chamar atenção" mas sem uma base forte de argumentação comum parece-me que a possibilidade de desvalorização por parte dos media aumenta bastante.
    aproveito para deixar alguns links de trabalhos portugueses. pode ser interessante contactar alguns dos autores.
    http://revistas.rcaap.pt/anestesiolo...File/8854/6381
    http://repositorio.chlc.min-saude.pt...8/1/ap_228.pdf
    http://bdigital.ufp.pt/handle/10284/4828
    https://estudogeral.sib.uc.pt/bitstr...20no%20SNC.pdf
    https://repositorio-aberto.up.pt/bit..._1012TCD12.pdf
    http://bdigital.ufp.pt/bitstream/102.../PPG_20204.pdf

  2. Los siguientes 10 Usuarios dan las gracias a nico_sacco por este Post:

    elcabong (04/12/2016), Foxyhaze (28/11/2016), greenThor (27/11/2016), growbloom (30/11/2016), Minerarte (29/11/2016), Pedro.r (27/11/2016), pedro_carnei (28/11/2016), ptfarmer420 (28/11/2016), Tommy_Joao (27/11/2016), Zurk (27/11/2016)

  3. #17
    Fecha de Ingreso
    05 ene, 16
    Ubicación
    De viaje
    Mensajes
    94
    Gracias
    603
    78 gracias recibidas en 40 Posts
    Mencionado
    2 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    35 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Cita Iniciado por pedro_carnei Ver Mensaje
    Mesmo com a imagem liberal do Papa Francisco, seria demais esperar que no Vaticano se falasse abertamente da legalização num encontro com este perfil.
    Pois é, desde que sei que:
    1. A multinacional MONSANTO, com todo o seu historial de crimes contra a humanidade, patrocina e faz-se representar com stands em muitos dos principais eventos canábicos dos EUA (http://bigbudsmag.com/marijuana-cann...nlight-supply/)
    2. Que outras multinacionais da indústria dos transgénicos, como a BAYER, estão penetrando com força na indústria canábica (http://www.naturalnews.com/055699_Mo..._industry.html e http://anonhq.com/war-weed-bayer-mon...rate-cannabis/)
    3. Que o criminoso especulador arqui-milionário GEORGE SOROS é financiador de importantes movimentos pró-legalização a nível mundial (http://www.wsj.com/articles/SB100014...74450703567656, http://www.washingtontimes.com/news/...nto-legalized/, https://www.rt.com/usa/soros-mpp-times-marijuana-189/)
    4. Que o ex-guerrilheiro e ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica, enquanto tratava da legalização da venda e consumo de cannabis no seu país, reuniu com George Soros e com o magnate lobista ROCKEFELLER para se "aconselhar" sobre o tema (http://www.elpais.com.uy/informacion...ckefeller.html, http://www.bbc.com/mundo/noticias/20..._marihuana_jgc)
    5. ...e um largo etecetera...
    Pois, dizia eu, quando tudo o dito anteriormente é notícia no "Mainstream media", não me surpreende que o religioso profissional, jesuíta ainda por cima, que exerce atualmente o cargo de "presidente" do Vaticano, sucessor e herdeiro directo do responsável dos antigos Estados Papais (com todas as sinistras implicações consequentes) possa ter uma "IMAGEM liberal" e eventualmente tente não perder este grande negócio da marihuana, uma vez que o Banco do Vaticano, como é do conhecimento público não costuma perder uma... (olha o negócio do armamento, por exemplo).

    Mas têm vocês toda a razão quando falam em associativismo e que este é um momento crucial para actuar.

    A mim dá-me muita raiva quando, estando a caminho dos sessenta anos, casado, com cinco filhos, uma vida inteira trabalhando e pagando impostos, tenha de esconder as três ou quatro plantas que cultivo para consumo próprio. Sobretudo quando essas plantas são o remédio mais eficaz nas doenças de que sou vítima, em virtude da minha idade...

    Um absurdo!
    los cactus son supervivientes que se toman el mundo con calma

  4. Los siguientes 10 Usuarios dan las gracias a Minerarte por este Post:

    Foxyhaze (28/11/2016), greenThor (27/11/2016), growbloom (30/11/2016), Moxu666 (02/12/2016), pauleta116 (27/11/2016), Pedro.r (27/11/2016), pedro_carnei (27/11/2016), ptfarmer420 (28/11/2016), Tommy_Joao (27/11/2016), Zurk (27/11/2016)

  5. #18
    Fecha de Ingreso
    27 abr, 16
    Ubicación
    Madeira Island ��
    Mensajes
    80
    Gracias
    141
    409 gracias recibidas en 79 Posts
    Mencionado
    21 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    28 Mensaje(s)

    blue Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Pessoal,

    bom fim de semana a todos,

    Penso exatamente da mesma forma:
    Cita Iniciado por pedro_carnei Ver Mensaje
    Para as pessoas que pensam assim, só tenho uma coisa a dizer: se não querem ver a canábis legalizada porque NÃO é perigosa, queiram vê-la legalizada porque SIM, é perigosa.
    Cita Iniciado por greenThor Ver Mensaje
    Eu acho que podiamos marcar uma presenca mais forte se formassemos uma associacao. Ate porque talvez pudessemos cativar um leque mais alargado de pessoas, um pouco como acontece na pagina do facebook...

    O que acham?

    Abracao!
    Tens razão, e é claramente uma estrutura que é vista pelas pessoas como séria e legitima, mas na minha opinião, só se estivermos devidamente organizados, estruturados e em sintonia.. Em baixo exponho melhor o meu ponto de vista

    Mais uma vez, serei frontal e colocarei o meu ponto de vista da maneira completamente transparente no que toca à minha leitura sobre o atual panorama da nossa legalização, do que acredito ser o ''nosso'' ponto de vista:

    E´mais que óbvio que todos nós, por estarmos expostos de forma privilegiada a todo o desenrolar da realidade canábica por todo o mundo, temos alguma noção acerca de políticas e regulamentações que foram mais e menos felizes na maneira em como atribuíam os direitos relacionados com a canábis aos cidadãos. Este ponto é um facto, porque existem várias ideologias e formas de olhar para a alteração a uma legislação proibicionista.

    Com isto, e como todos vós, presumo, também temo pela forma em como isto se desenrolará em Portugal. E como é óbvio, gostaria de ter também voz ativa e participar nesta mudança !

    Sem me alongar muito mais, o que mais achei gratificante em todo este meu curto percurso, foi encontrar pessoas que conseguiram transmitir-me e de certa forma ensinar-me muito do que sei hoje, e sem esse contributo, talvez não estaria aqui a escrever isto.

    Toda esta lenga lenga , para dizer ( mais uma vez ) , que nunca concordaremos a 100% , mas só quando colocarmos essa discórdia de lado é que nos conseguiremos organizar ( seja num grupo como este, seja numa associação, seja num grupo comunitário ) e encontrar uma ESTRATÉGIA que permita encontrar-mos um meio termo e levar isto adiante. (Seja percebermos qual a opinião do GRUPO acerca do autocultivo, medicinal, recreativo, em que moldes, etc)

    Na minha opinião, independentemente do que seja constituído, temos é que ter um método de decisão ( sim , porque se criarmos uma associação, temos que estar em sintonia, ser coerentes e minimamente controlados, para não dar-mos aos defensores da proibição episódios que possam usar contra nós) para que possamos decidir com unânimidade.

    No meu ponto de vista, é nisto que temos que focar.
    Queremos democracia, em que a opinião de cada pessoa do grupo tem o mesmo peso ?
    Então bora arranjar uma maneira de conseguir-mos discutir e chegar a conclusões. Arranjar uma maneira mesmo boa para fazer isso.

    Depois, discutimos e chegamos a conclusões e andamos para a frente com isto, com imensas das ótimas ideias que já foram vistas por este foram , e mesmo neste post.

    Se fomos (foram) capazes de criar o que já existe, como individuais, pequenos grupos, se nos juntarmos todos e criarmos uma estrutura que realmente defende uma comunidade (a comunidade canábica), então aí a nossa voz pode mesmo ter peso ( e podemos conseguir o que idealmente penso que seja o mais importante num eventual desenvolver da atual situação, que seria termos a nossa representação nas negociações com o setor politico quando este estivesse a elaborar os planos de regulação).

    Bom resto de Domingo a todos !

  6. Los siguientes 5 Usuarios dan las gracias a Joaomx por este Post:

    growbloom (30/11/2016), pauleta116 (28/11/2016), Pedro.r (27/11/2016), ptfarmer420 (28/11/2016), Tommy_Joao (28/11/2016)

  7. #19
    Fecha de Ingreso
    06 abr, 15
    Mensajes
    750
    Gracias
    1,745
    1,878 gracias recibidas en 593 Posts
    Mencionado
    56 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    206 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Boas, pessoal.

    Os últimos posts têm excelentes contributos, na minha opinião.

    Venho só aqui transmitir as últimas impressões do Luis Figueiredo. Amanhã venho tentar responder aos comentários.

    Aqui ficam:

    "Acabo de ler a página. Positivo. A associação institucional é fundamental para estabelecer contactos formais com todas as entidades. Criar associação: primeiro passo nesta nova etapa. Fácil, custa pouco dinheiro, são necessárias poucas pessoas para isso. Depois, inscrever associados. Este pode ser um caminho.
    1. A associação é fundamental;
    2. Ela deve representar todos: consumidores, produtores, futuros empresários... todos;
    3. O combate deve ser pela legalização do consumo recreativo, medicinal e alimentar;
    4. A associação deve estar formada no 1º trimestre do próximo ano;
    5. Nas eleições autárquicas o movimento deve estar formado e em atividade, para aproveitar a campanha eleitoral e forçar os partidos a discutir com a associação o futuro;
    6. Devem ser retomadas as ligações com o BE... estiveram bem creio no passado.... podem estar muito bem no futuro;
    7. Devem ser convidados para associados personalidades conhecidas que possam dar a cara pela causa;
    8. Vai ser necessária uma campanha promocional da associação;
    9. Não devem existir quotas a pagar pelos associados. Contribuições voluntárias, sim;
    10. Posso disponibilizar espaços em Lisboa para reuniões gratuitos. Através da CML. No país igualmente. Através de câmaras municipais e dos pelouros dos direitos sociais."
    Amanhã passo por aqui outra vez. Abraços

  8. Los siguientes 13 Usuarios dan las gracias a pedro_carnei por este Post:

    1000k (28/11/2016), Foxyhaze (28/11/2016), fyno (24/01/2017), greenThor (28/11/2016), growbloom (30/11/2016), Minerarte (29/11/2016), Moxu666 (02/12/2016), pauleta116 (28/11/2016), Pedro.r (28/11/2016), ptfarmer420 (28/11/2016), Tommy_Joao (28/11/2016), weedtoker (29/01/2017), Zurk (28/11/2016)

  9. #20
    Fecha de Ingreso
    01 feb, 16
    Mensajes
    30
    Gracias
    38
    126 gracias recibidas en 29 Posts
    Mencionado
    9 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    8 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    acho que isto são boas notícias!

  10. Los siguientes 9 Usuarios dan las gracias a nico_sacco por este Post:

    Foxyhaze (28/11/2016), growbloom (30/11/2016), Minerarte (29/11/2016), Moxu666 (02/12/2016), pauleta116 (28/11/2016), pedro_carnei (28/11/2016), ptfarmer420 (28/11/2016), Tommy_Joao (28/11/2016), Zurk (28/11/2016)

  11. #21
    Fecha de Ingreso
    04 sep, 06
    Ubicación
    Andalucía
    Mensajes
    9,732
    Gracias
    56,636
    32,336 gracias recibidas en 6,591 Posts
    Mencionado
    139 Mensaje(s)
    Etiquetado
    98 Tema(s)
    Citado
    270 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Boas pessoal

    5 anos depois, estou de volta ao Cultivo em Portugal Já tinha saudades

    Recebi agora aprovação de parte da AICC para poder participar neste tópico, bem como em outros tópicos do subfórum Sociedade Canábica. Como sabem, pelas "Gracias" que vou deixando, estou atento ao tema aqui debatido e espero durante as próximas 24h-48h deixar alguns raciocínios e opiniões.

    Só pedi esta situação de excepção para participar neste tópico porque entendo que, ao contrário de tantas outras discussões sobre esta matéria, neste caso poderemos estar a enveredar por um caminho que permita chegar a um fim. A actual conjuntura social e política assim o determinam.

    Até Jah!

    tommy

  12. Los siguientes 15 Usuarios dan las gracias a Tommy_Joao por este Post:

    1000k (28/11/2016), ahpoixeh (28/11/2016), Foxyhaze (28/11/2016), fyno (24/01/2017), greenThor (28/11/2016), growbloom (30/11/2016), Minerarte (29/11/2016), Moxu666 (02/12/2016), nico_sacco (29/11/2016), pauleta116 (28/11/2016), Pedro.r (28/11/2016), pedro_carnei (28/11/2016), ptfarmer420 (28/11/2016), weedtoker (29/01/2017), Zurk (28/11/2016)

  13. #22
    Fecha de Ingreso
    27 abr, 16
    Ubicación
    Madeira Island ��
    Mensajes
    80
    Gracias
    141
    409 gracias recibidas en 79 Posts
    Mencionado
    21 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    28 Mensaje(s)

    Thumbs up Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Boas pessoal, bom dia e boa semana.

    Como começo a semana a faltar às aulas, e porque um universitário tem sempre tempo livre, vou expor novamente a minha opinião sobre uma leitura do Prof. Luis Filipe Figueiredo que me afigura ser a acertada e que é bastante coerente e traça alguns objetivos e pontos chave que temos que aproveitar.

    Cita Iniciado por pedro_carnei Ver Mensaje

    -Nas eleições autárquicas o movimento deve estar formado e em atividade, para aproveitar a campanha eleitoral e forçar os partidos a discutir com a associação o futuro;

    -Devem ser retomadas as ligações com o BE... estiveram bem creio no passado.... podem estar muito bem no futuro;

    -Devem ser convidados para associados personalidades conhecidas que possam dar a cara pela causa;

    -
    Vai ser necessária uma campanha promocional da associação

    -Não devem existir quotas a pagar pelos associados. Contribuições voluntárias, sim;
    O Prof. Luis Filipe Figueiredo tem neste caso uma intervenção bem estruturada e concisa, da qual saliento aqui estes 5 pontos que, sem prejuízo da importância dos outros, devemos focar pois :

    Como dito e bem, a pressão que podemos fazer nas autárquicas será fulcral para dar mais predominância e intensidade ao debate, atingindo melhor e mais eficazmente a comunidade em geral.

    No que toca a apoios partidários, não levanto qualquer objeção, seja de que partido for. Os apoios são sempre bem vindo, bem como toda e qualquer discussão em torno do tema. Todas as ideologias podem acrescentar algo no movimento que nos levará ao ponto ​2: defender todas as partes interessadas.


    Desta forma chego a dois pontos que podem ser facilmente conciliáveis que são o de que encontrar personalidades que se identifiquem com a causa e com a associação, o que será já parte integrante da estratégia de comunicação e promoção da associação, o que é realmente um dos pontos fortes e uma das potencialidades que temos sem dúvida que explorar.


    Quanto às cotas, não poderia concordar mais com o que é exposto sobre o Prof. L.F. Figueiredo. Para uma questão problemática e que dificilmente gera consenso, opta-se pela solução mais simples.

    Questões mais complexas:
    1. A associação é fundamental;
    2. Ela deve representar todos: consumidores, produtores, futuros empresários... todos;
    3. O combate deve ser pela legalização do consumo recreativo, medicinal e alimentar;

    1 -
    Claramente : E acho que devíamos começar a trabalhar nisto o quanto antes :
    Inicialmente, acho que devíamos, neste ou noutro post, colocar os pontos pelos quais é defendida a legalização, e após termos um numero de participações mínimo, olhamos para os pontos em comum e discutido-lo procurando os consensos.


    2 - Este ponto vem no seguimento do primeiro: Só quando tivermos os nossos objetivos e ideais ( da associação ) definidos éque conseguiremos representar tanto consumidores como produtores como futuros empresários ( e temos todos esses cá no forum e em Portugal
    Então teremos que, através do método de cima , ou de outro qualquer, encontrar os pontos em comum.


    3 - Este acredito ser o ponto mais fulcral, porque como associação, e como membros da associação, temos que estar organizados e em sintonia para conseguir esgrimir os melhores argumentos e para que não sejamos deixados sem respostas.
    Lembrem-se, acredito que qualquer discussão de Canábis é sempre melhor do que não haver qualquer tipo de discussão ou debate


    Termino desafiando todos os membros deste grupo, deste forum, e que leram principalmente este post e esta mensagem, a organizar-mo-nos, e organizar uma reunião, ou duas reuniões, no porto e em lisboa, por exemplo, aproveitando a grande ajuda que poderá ser dada pelo Professor Luis Filipe Figueiredo, pela CML, CMP ou outras.




    Obrigado a todos os que leram tudo, e que estejamos a iniciar algo que será lembrado pelos nossos filhos e netos !

    Um Bótimo dia a todos, abraços.



  14. Los siguientes 13 Usuarios dan las gracias a Joaomx por este Post:

    Foxyhaze (28/11/2016), fyno (24/01/2017), greenThor (29/11/2016), growbloom (30/11/2016), Minerarte (29/11/2016), Moxu666 (02/12/2016), nico_sacco (29/11/2016), pauleta116 (28/11/2016), Pedro.r (28/11/2016), pedro_carnei (28/11/2016), ptfarmer420 (28/11/2016), Tommy_Joao (28/11/2016), Zurk (28/11/2016)

  15. #23
    Fecha de Ingreso
    04 sep, 06
    Ubicación
    Andalucía
    Mensajes
    9,732
    Gracias
    56,636
    32,336 gracias recibidas en 6,591 Posts
    Mencionado
    139 Mensaje(s)
    Etiquetado
    98 Tema(s)
    Citado
    270 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Saudação canábicas!

    É isso Joaomx, fizeste um apanhado certíssimo

    Deixando em standby o meu post mais alargado, que por hoje não vou ter tempo de redigir, deixo ao pedro_carnei duas sugestões de abordagem para com o Luis Figueiredo num dos próximos contactos.

    A primeira, é perguntar-lhe pela Elza Pais, deputada do PS que nos últimos 2 debates de projectos de lei apresentados pelo BE, (2013 e 2015, se não estou em erro), entre várias intervenções de índole pró-legalize, concluiu que algo tem que mudar e que o PS a seu tempo apresentaria uma proposta de lei.

    Ora, PS + BE + CDU formam maioria, o PS apresentando uma proposta, se imposta disciplina de voto, votará certamente a favor e em bloco, enquanto que o BE, tendo a legalização como uma das bandeiras do partido desde a sua fundação e em plena relação de parceria com o governo, votaría certamente a favor mesmo que não concordasse com todos os artigos da nova lei (desde que fosse para melhor, teriam que votar a favor). A CDU teria que, no mínimo, não impôr disciplina de voto aos seus deputados. Ou mesmo que se abstivessem, talvez fosse suficiente para se passar a lei com alguns votos e/ou abstenções do lado do PSD.

    A segunda, é perguntar-lhe se não nos consegue disponibilizar também os serviços de um advogado. A meu ver numa fase inicial bastaría que nos ajudasse a esclarecer algumas dúvidas por email e numa fase mais avançada (talvez pouco antes de criação da associação), uma consulta/reunião presencial.

    Depois também vamos ter que perceber, a seu tempo, se as ideias do Prof. Luis Figueiredo coincidem com as nossas no que ao modelo de legalização diz respeito. É certo que "as nossas" também ainda não estão bem definidas (trabalharemos nisso nos próximos dias), mas quando o estiverem quer-me parecer que vão estar inteiramente viradas para um modelo de auto-cultivo e de pequenos produtores licenciados, ao invés de um modelo de industrialização e centralização da produção no seio de empresas de grande dimensão. Não é que ambas não possam co-existir, veja-se o mercado da cerveja, onde agora os pequenos produtores de cerveja artesanal vão conseguindo permanecer no mercado, mas é normal e espectável que a nossa balança pese mais para o lado do primeiro modelo.

    Bons fumos/vapores

    tommy

  16. Los siguientes 12 Usuarios dan las gracias a Tommy_Joao por este Post:

    Foxyhaze (28/11/2016), greenThor (29/11/2016), growbloom (30/11/2016), Joaomx (28/11/2016), Minerarte (29/11/2016), Moxu666 (02/12/2016), nico_sacco (29/11/2016), pauleta116 (28/11/2016), Pedro.r (28/11/2016), pedro_carnei (28/11/2016), ptfarmer420 (28/11/2016), Zurk (28/11/2016)

  17. #24
    Fecha de Ingreso
    28 nov, 16
    Ubicación
    Algarve
    Mensajes
    30
    Gracias
    204
    127 gracias recibidas en 30 Posts
    Mencionado
    6 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    10 Mensaje(s)

    smoky Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Boas pessoal.

    Sou novo no forum como participante, mas pretendo passar à acção de imediato após uma breve introdução pessoal, como é de boa prática geral em fóruns.
    O meu nome é Fábio, sou consumidor regular tanto a nível recreativo como medicinal, sofro de OCD (Obsessive Compulsive Disorder) e pessoalmente defendo a legalização e regulamentação da Cannabis para efeitos Recreativos e Medicinais.

    Estou muito contente e excitado (nao.. nao dessa forma..) por ver várias pessoas com boas ideias e directamente interessadas em construir algo que realmente faça a diferença e tenciono, se me permitirem, juntar-me a vocês, aproveitando para dizer que apoio e estou interessado em participar na criação e desenvolvimento da Associação.

    De facto estamos a viver o momento em que a oportunidade pela qual tanto esperávamos finalmente chegou.. e não podemos ficar a ver, temos que FAZER!

    Acho que este é o momento ideal para a legalização por varias razões:

    - O Bloco de Esquerda sempre defendeu a legalização e durante esta legislatura está numa posição privilegiada para negociar com o Governo.

    - O PS foi o único partido dos "grandes" que deu votos positivos de alguns dos seus deputados ás propostas do BE sobre a legalização, e como todos sabem, é o PS quem está no Governo neste momento.

    - A Juventude Socialista (JS) também defende a legalização e regulamentação da Cannabis, e mais uma vez, é o PS que neste momento está no Governo.
    Aliás acho que devíamos falar com a JS e saber se querem participar de alguma forma.

    - Segundo li aqui hoje, alguns deputados de outros partidos como o PAN e o LIVRE são a favor da legalização.

    - Cada vez mais figuras públicas nacionais e internacionais assumem sem pudor o seu consumo de Cannabis, o que influencia positivamente a opinião pública.

    - Nos EUA, o exemplo de 8 Estados (Alaska, California, Colorado, Maine, Massachusetts, Nevada, Oregon e Washington) que já legalizaram a Cannabis para fins recreativos dá força e credibilidade à possibilidade de se seguir o mesmo caminho em outros pontos do mundo. Não esquecendo também o exemplo do Uruguai, o primeiro país do mundo a legalizar o consumo recreativo a nível nacional.

    - O próximo Secretário Geral da ONU é a mesma pessoa que como Primeiro Ministro Português descriminalizou todas as drogas e conseguiu fantásticos resultados com essa mesma medida. Aliás como aqui já foi dito, António Guterres falou recentemente ao de leve sobre a "Guerra ás Drogas", deixando parecer que está interessado em assumir uma posição quanto a esse assunto, o que facilitará uma eventual legalização em qualquer parte do mundo, incluindo Portugal.

    Ou seja, os astros estão alinhados, vamos aproveitar esta janela de oportunidade para fazer a diferença!
    O futuro vai ser feito por cada um de nós!

    Uma ideia para juntar ao pote:

    Após a criação da Associação, fazer um video de qualidade com o objectivo de sensibilizar o público para a questão da legalização e apresentar as consequências positivas que a mesma pode ter na saúde pública, economia, justiça social e liberdade pessoal da nossa sociedade e tentar de alguma forma colocar o video nas Televisões, alem de usar também obviamente outros meios de divulgação como o Facebook, Youtube, etc.


    A revolução já começou dentro de nós, agora basta seguir caminho. Bora malta!

  18. Los siguientes 11 Usuarios dan las gracias a fsgreenworld por este Post:

    Foxyhaze (28/11/2016), greenThor (29/11/2016), growbloom (30/11/2016), Joaomx (29/11/2016), Minerarte (29/11/2016), Moxu666 (02/12/2016), nico_sacco (29/11/2016), Pedro.r (29/11/2016), pedro_carnei (28/11/2016), Tommy_Joao (29/11/2016), Zurk (29/11/2016)

  19. #25
    Fecha de Ingreso
    06 abr, 15
    Mensajes
    750
    Gracias
    1,745
    1,878 gracias recibidas en 593 Posts
    Mencionado
    56 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    206 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Isto está a ficar de uma maneira que já começa a ser difícil responder a tudo numa só publicação. Vou começar por tentar tocar nas coisas que considero mais prioritárias, e depois ir avançando a partir daí. Se não responder a todos, peço desde já desculpa, mas o tempo so vai dando para isto.

    É muito bom ver esta movimentação a acontecer, e agradeço desde já a todos os que estão a participar e a acompanhar, quer aqui, quer no facebook.

    @Foxyhaze

    A carta parece-me bem, só teria de ser ligeiramente atualizada e corrigida. Podemos ir trabalhando nela de forma colaborativa enquanto vamos preparando a questão da associação. Quanto à questão daquela jornalista que demonstrou interesse, o combinado foi ela entrar em contacto novamente connosco quando fosse escrever outro artigo (ela é freelancer nos EUA e escreve para vários jornais portugueses) , mas como dizes nada nos impede de fazer o inverso e contactá-la nós. Talvez fosse melhor quando tivermos algo mais concreto, como a carta aberta e, idealmente, a associação.

    Isto leva à questão oportunamente levantada pelo @Joaomx , que é o método de decisão. Mesmo antes de formarmos a associação, onde depois podemos votar propostas e tomar decisões dessa forma, seria interessante termos alguma forma de votar ou de chegar a consenso entretanto para podermos, por exemplo, ir tomando decisões sobre qual o modelo de legalização que pretendemos, como, quando e onde nos vamos encontrar, entre outras questões que possam requerer um consenso antes de avançarmos. Nesse sentido, pergunto aos outros dois moderadores, @Foxyhaze e @ahpoixeh se não poderíamos fazer isso através do próprio fórum, só nesta fase inicial, com as ferramentas que permitem a criação de inquéritos e votações? Depois também teremos de dividir tarefas. Falou-se aqui de coisas que já tenho pensado várias vezes, mas das quais não tenho qualquer experiência, como é o caso da edição de vídeo proposta pelo @fsgreenworld que é algo absolutamente vital para uma boa campanha de divulgação da associação, juntamente com a carta aberta e potenciais artigos / notícias nos média. Eu não tenho experiência nenhuma de edição de vídeo, mas posso trabalhar na parte sonora, se for necessário. Se alguém tem capacidade para produzir conteúdos de vídeo, será muito bem-vindo. Não é necessário criar filmagens originais. Basta usar imagens de vídeo e estáticas, capturadas da Internet, com textos sucintos e impactantes, penso eu.

    Entretanto, a outra questão levantada pelo @Foxyhaze , que já referi noutra publicação, e que tem que ver com o facto de trabalharmos com entidades comerciais, leva-me a ponderar o seguinte: uma vez criada a associação, até que ponto é que esta deve ficar vinculada ao fórum? Historicamente, e nas nossas memórias, será sempre indissociável, mas será que faz sentido uma associação portuguesa ficar vinculada a uma secção de um fórum que por sua vez pertence a uma associação espanhola? Estou só a levantar a questão. Não quero com isto dizer que deva ser de uma forma ou de outra, só quero refletir juntamente convosco sobre qual será o caminho mais vantajoso para a legalização. Neste momento, este fórum é absolutamente essencial e não sei o que faríamos sem esta plataforma de interação, mas a longo prazo, como é que vocês veem isto?

    @Tommy_Joao , quanto às duas questões que levantas, relativamente à primeira, sobre a Elza Pais, vou colocar a questão ainda hoje. A análise que fazes da possível votação no parlamento é muito válida, e podemos ir reescrevendo essa análise à medida que formos tendo confirmações de apoios deste ou daquele partido/deputado.

    Também estou em contacto via Facebook com um militante do BE Madeira, mas por enquanto ainda não há nada de concreto, só a opinião do mesmo de que no BE existe alguma divisão neste momento em relação à legalização ou ao modelo a seguir. Já lhe disse para passar aqui pela página, mas não obtive resposta. Já escrevi várias vezes aos deputados mais interventivos do BE, mas também não obtive resposta. Contudo, penso que se vissem um pouco do que se está a passar aqui, e da possibilidade de o PS ou até mesmo da JS assumirem protagonismo nesta causa, entrariam em ação, mas não sei se estou certo. A propósito da JS, como disse o @fsgreenworld , naturalmente que é válido manter contactos com eles (também já escrevi para sedenacional@juventudesocialista.pt) , ainda para mais tendo eles intervindo no mesmo congresso que o Prof. Luis Figueiredo, no mesmo sentido.

    Tommy, sobre a segunda questão que levantas, é também algo importantíssimo. Quando vejo gabinetes de advogados como Brotsanbert, CSC Abogados, Abogados Cannabis Barcelona, etc. fico sempre a pensar no filão que está por explorar pelos advogados portugueses, e se eles vissem um pouco da realidade que já existe em Espanha e se virem em nós um movimento ou uma associação séria e coerente, vejo como algo perfeitamente plausível e recomendável que tenhamos um advogado para nos aconselhar neste percurso. Não sei até que ponto o Prof. Luis nos poderá ajudar nesse sentido, mas também vou comentar esse assunto com ele.

    @nico_sacco e @Minerarte , em relação aos links que colocaram (confesso que não tive tempo de os ver com calma), e seguindo uma sugestão do Tommy_Joao, é importante que comecemos a extrair desses estudos (sempre de fontes fidedignas, e sem manipular ou distorcer, para termos uma imagem pública à prova de bala; mais vale nunca dizer que a canábis cura o cancro, e ter credibilidade, do que afirmá-lo, mesmo sendo verdade, e não ter estudos clínicos em humanos que o possam demonstrar, só para dar um exemplo) números, factos, questões terapêuticas (novos e antigos problemas de saúde em que a canábis é eficaz, por exemplo) sociais (estudos que demonstrem que a legalização não tem um impacto no aumento do consumo, por exemplo) e, acima de tudo, porque o dinheiro fala mais alto para consumidores e não consumidores de canábis, económicos (resultados fiscais do Colorado, etc.) Mas o Tommy_Joao dirá mais sobre isto, pois tem uma perspetiva destas questões que a maioria de nós provavelmente não tem.

    Quanto a reuniões e encontros, já dois membros confirmaram por mensagem privada que estão dispostos a reunir-se. Penso que há bastantes mais com essa disponibilidade. Como já foi perguntado, devíamos fazê-lo num só local ou em vários pontos do país para facilitar as deslocações? O Prof. Luis Figueiredo disponibilizou espaços, mas não ficou claro se seria só para quando a associação estiver criada ou se seria algo que poderíamos usar numa reunião preliminar. Aceitam-se sugestões nesse sentido. Eu não vivo em Lisboa, mas vou lá com alguma frequência, também não estou longe do Porto... é uma questão de chegarmos a acordo. Aceitamos sugestões nesse sentido.

    Por outro lado, as figuras públicas que temos de envolver neste movimento. Nessa questão, sou um zero à esquerda, e nem sei por onde começar. Aceitam-se sugestões, mas assim de repente, para além da política, temos o Miguel Guedes dos Blind Zero (que acabo de ver que também é advogado), o João Quadros, que deve ter sido a primeira pessoa a mostrar uma pedra de haxixe que tinha no bolso na televisão... sei lá, no mundo da música há muitos que consumiram ou consomem canábis: Sérgio Godinho, Rodrigo Leão, mas saber se estão dispostos a dar a cara, só mesmo entrando em contacto.

    Agora, de imediato, para começar a delinear o modelo de legalização, para dar o meu grão de areia, posso dizer que gostaria de, no lado recreativo, ver legalizado e regulado o autocultivo, a produção e comercialização de sementes, os clubes sociais canábicos com o respetivo cultivo partilhado. Quanto à venda em estabelecimentos tipo dispensários, não sou avesso, mas acho que devia ser algo muito controlado. Coisas que não gostaria de ver: grandes grupos económicos a cultivar, processar e a vender canábis, publicidade a produtos canábicos fora dos média especializados, monopólio do estado na produção de canábis, produção de canábis psicoativa (terapêutica ou não) com técnicas de agricultura intensiva. Gostaria de ver a legalização acompanhada por campanhas de prevenção dirigidas aos adolescentes e jovens, mas sem moralismos nem falsidades, nem frutos proibidos. Para a população em idade maior e para adultos, também campanhas, mas neste caso principalmente de redução de riscos: formas mais saudáveis de consumir, coisas que não devemos fazer depois de consumir, moderação no consumo, etc.
    Gostaria de ver investimento em investigação medicinal sobre canábis, que os pacientes também possam cultivar (que não fiquem limitados aos possíveis canabinoides da farmácia), mas que se optarem por não o fazer, tenham acesso a tudo, desde a flor até aos extratos, sempre com base na planta completa, com e sem THC, dependendo da doença a ser tratada, gostaria de ter médicos bem informados acerca da canábis e sem preconceitos, por um lado, nem pressões ou incentivos para a receitar, por outro.




    LISTA DE TAREFAS


    Agora, podemos delinear já uma cronologia ou uma série de tarefas a fazer pré-associação. Aqui ficam algumas sugestões rápidas, e vou adicionar o meu nome naquelas em que posso ajudar de imediato. Se algum de vocês se quiser "alistar" em qualquer uma das tarefas ou sugerir tarefas novas é só dizer, que nós vamos editando a mensagem.


    AQUI »» http://www.cannabiscafe.net/foros/sh...po-de-trabalho


    1. A carta aberta, com base naquela que já existe e que o Foxy indicou (pedro_carnei)

    2. Definir o mecanismo de tomada de decisão

    3. Animar o pessoal a que crie conteúdos de texto, vídeo e não só (talvez seja melhor definir primeiro as temáticas prioritárias para não darmos tiros nos pés) (pedro_carnei)

    4. Pessoal que faça o "data crunching", que consiga extrair estatísiticas, quantias e factos de estudos fidedignos, e que pelo menos consiga tirar conclusões lógicas / soundbites / títulos deles, que depois possam ser usadas, em textos, vídeos, na carta aberta, etc.

    5. Sugerir novos contactos a estabelecer

    6. Sugerir o modo de atuar quanto à criação da associação (pedro_carnei)

    7. (a vossa sugestão aqui)






    @Foxyhaze e @ahpoixeh , ajudem-me a encontrar a melhor forma de manter esta lista, de modo a não ficar perdida no meio do tópico e ficar visível e facilmente acessível para todos. Talvez criando um novo tópico ou passando essa informação para a primeira publicação deste?


    Bom, amigos, já para ir terminando, como a maioria de vocês, não me dedico a isto, sou trabalhador independente, mas um dia normal de trabalho para mim é de 10 a 12 horas, e nem sempre posso investir aqui o tempo que gostaria, por isso vou passando por aqui sempre que puder mas nem sempre posso dedicar todo o tempo que isto merece. Mas sinto que os participantes nesta discussão, e outros que virão, estão mais do que capacitados para fazer isto avançar, e é isso que temos de fazer, de forma descentralizada, pelo menos até à associação estar formada.

    Grande abraço para todos e continuamos em contacto!
    Última edición por Foxyhaze; 29/11/2016 a las 19:11

  20. Los siguientes 12 Usuarios dan las gracias a pedro_carnei por este Post:

    1000k (29/11/2016), Foxyhaze (29/11/2016), fsgreenworld (29/11/2016), greenThor (29/11/2016), growbloom (30/11/2016), Joaomx (29/11/2016), Minerarte (29/11/2016), nico_sacco (29/11/2016), Pedro.r (29/11/2016), ptfarmer420 (29/11/2016), Tommy_Joao (29/11/2016), Zurk (29/11/2016)

  21. #26
    Fecha de Ingreso
    19 jul, 10
    Ubicación
    Canabilândia
    Mensajes
    6,321
    Gracias
    7,699
    11,993 gracias recibidas en 4,203 Posts
    Mencionado
    389 Mensaje(s)
    Etiquetado
    38 Tema(s)
    Citado
    1064 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Copio esse post e faço um novo tema com ele.

    Já está aqui »» http://www.cannabiscafe.net/foros/sh...po-de-trabalho


    Para responderem sigam a ordem dos pontos em que o @pedro_carnei os colocou. Se preferirem basta colocar o número do ponto, creio que todos entenderão










    Última edición por Foxyhaze; 29/11/2016 a las 19:23

  22. Los siguientes 6 Usuarios dan las gracias a Foxyhaze por este Post:

    fsgreenworld (29/11/2016), growbloom (30/11/2016), nico_sacco (29/11/2016), pauleta116 (29/11/2016), Tommy_Joao (29/11/2016), Zurk (29/11/2016)

  23. #27
    Fecha de Ingreso
    28 nov, 16
    Ubicación
    Algarve
    Mensajes
    30
    Gracias
    204
    127 gracias recibidas en 30 Posts
    Mencionado
    6 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    10 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Em relação a figuras públicas tenho uma sugestão para uma delas:

    O Jel do "vai tudo abaixo".

    Vejam esta entrevista dele no "Alta Definição" na Sic em que ele fala abertamente, com bom senso e inteligência sobre as drogas e sobre o problema da "Proibição". Ele fala sobre o assunto desde o minuto 27 até ao minuto 31, deem uma olhada e a vossa opinião por favor.
    https://www.youtube.com/watch?v=WE6Uz8VjqKA&t=1631s

    Ainda em relação ás figuras publicas acho que seria bom elas participarem no eventual video de promoção.


    pedro_carnei em relação ao modelo de legalização também já tenho pensado sobre este assunto e concordo com tudo o que disseste.
    no caso de conseguirmos uma legalização total (auto-cultivo, cultivo comercial, posse e venda) o negocio não deve ser entregue a grandes grupos económicos nem ao governo. A venda, a existir, deve ser entregue ao povo. Ou seja evitar o "Efeito Hipermercado" que é tipo, por exemplo há 10 supermercados numa localidade, ou seja 10 patrões com 4 empregados cada um, depois abre um Hipermercado, os supermercados fecham quase todos, os patrões, que são locais e gastam o seu dinheiro na sua localidade, ficam sem o negocio, os trabalhadores ficam sem trabalho e depois o Hipermercado contrata-os a todos(patrões e empregados) e paga-lhes o ordenado mínimo ou perto disso. Depois o verdadeiro dinheiro não fica na localidade, porque o dinheiro que pertencia a 10 patrões agora pertence a uma empresa só, que nem sequer é local e vai gastar o dinheiro noutro sítio! A localidade fica apenas com os ordenados mínimos. Depois com esse ordenado mínimo vão comprar a carne ao Hipermercado porque não tem dinheiro para ir ao Talho do Sr. Manel. Por sua vez o Sr. Manel também fica sem negocio e vai trabalhar pro talho do Hipermercado.. e receber também ele o ordenado mínimo.. enfim isto continua por ai a fora.
    Resumindo, se possível (ou seja, se os lobbys deixarem e se a realidade na pratica resultar, o que não é garantido), seria importante impor limites ao tamanho que cada empresa da industria pode ter para evitar os monopólios. O tamanho de cada empresa teria de ser suficientemente grande para ter boas margens de lucro para os patrões e bons ordenados para os empregados, mas não demasiado grande a ponto de impedir que outras empresas prosperem na mesma area.
    Enfim é uma tarefa muito complicada de fazer resultar na prática, não sei se é possível ou se não, mas acho que deveríamos pelo menos reflectir sobre o assunto perceber entre todos se há possibilidade fazer da Industria Canábica uma industria diferente das outras, que beneficie toda a gente e não apenas 3 ou 4 empresários e accionistas.

    Outra coisa que acho que deveria ser bem pensada desde o início é a questão Ecológica:

    - Quais os problemas Ecológicos das plantações Indoor? (gastos de energia, emissões de Co2, etc)

    - Quais os problemas Ecológicos das plantações Outdoor? (desflorestação, uso insustentável das reservas de agua, pesticidas, etc)

    - Como poderemos minimizar esses problemas á partida e como poderemos minimiza-los continuamente?

    - Devemos permitir apenas cultivos biológicos (pelo menos a nível dos cultivos comerciais) a fim de evitar por exemplo a contaminação de solos, linhas de agua e muitos outros problemas, incluindo problemas para a saúde dos consumidores?

    - Devemos falar com Quercus para nos ajudarem a lidar com a questão ecológica e talvez até conseguir o apoio deles?

    - Será que defender o cultivo biológico, alem de todas a outras vantagens, pode ter também um impacto positivo na opinião publica?

    Acho que são questões importantes e que devem ser pensadas muito seriamente antes de dar inicio à legalização, porque a forma como começa vai ditar a forma como evolui, se começar-mos mal em relação a algumas questões vamos ter muitos problemas para corrigi-las quando o comboio já estiver a meio caminho.

    Em relação á lista de tarefas ofereço-me desde já para contribuir activamente na parte de "data crunching" e estou também disponível para todos os outros pontos da lista, mas acho muito importante organizar-mos uma reunião o mais rapidamente possível para este projecto ganhar substancia em quanto a onda dura, se a perdermos arriscamo-nos a ficar a boiar à deriva até que venha a próxima.

    Eu sou do Algarve mas estou disposto a ir a Lisboa sem problema algum para reunir-me com vocês.


  24. Los siguientes 5 Usuarios dan las gracias a fsgreenworld por este Post:

    growbloom (30/11/2016), Moxu666 (02/12/2016), nico_sacco (29/11/2016), pauleta116 (29/11/2016), Tommy_Joao (29/11/2016)

  25. #28
    Fecha de Ingreso
    19 jul, 10
    Ubicación
    Canabilândia
    Mensajes
    6,321
    Gracias
    7,699
    11,993 gracias recibidas en 4,203 Posts
    Mencionado
    389 Mensaje(s)
    Etiquetado
    38 Tema(s)
    Citado
    1064 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Podem ser criadas "encuestas" (inquéritos/sondagens)associadas aos temas, basta veres na administração de temas. É simples.

  26. Los siguientes 5 Usuarios dan las gracias a Foxyhaze por este Post:

    fsgreenworld (29/11/2016), growbloom (30/11/2016), Moxu666 (02/12/2016), pauleta116 (29/11/2016), Tommy_Joao (29/11/2016)

  27. #29
    Fecha de Ingreso
    01 feb, 16
    Mensajes
    30
    Gracias
    38
    126 gracias recibidas en 29 Posts
    Mencionado
    9 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    8 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    boas,
    pelo que sei, até este momento, há 2 partidos que já manifestaram interesse em legislar sobre este tema. o BE com este projecto lei e o PS com esta moção sectorial da JS. A proposta do BE já foi a votos em Abril do ano passado e chumbou com os votos contra do PSD, CDU e PCP. Parece-me que neste momento, e como tb já foi aqui referido, tanto o BE como o PS estão em posição de apresentar (e aprovar) propostas nesta área; para isto basta que o PCP não vote contra, o q não me parece assim tão difícil qt isso.
    Dada esta propícia conjuntura política e os 2 documentos já apresentados, acho q o caminho tem q passar pela pressão sobre o BE e sobre o PS/JS de modo a tentar perceber se têm este tema em agenda e se sim para quando a apresentação no Parlamento.
    No entretanto será necessário esmiuçar as propostas já existentes de forma a que melhor reflitam os interesses aqui demonstrados.

  28. Los siguientes 5 Usuarios dan las gracias a nico_sacco por este Post:

    fsgreenworld (29/11/2016), growbloom (30/11/2016), Moxu666 (02/12/2016), pauleta116 (29/11/2016), Tommy_Joao (29/11/2016)

  29. #30
    Fecha de Ingreso
    28 nov, 16
    Ubicación
    Algarve
    Mensajes
    30
    Gracias
    204
    127 gracias recibidas en 30 Posts
    Mencionado
    6 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    10 Mensaje(s)

    Re: Autarca / militante do PS disposto a ajudar na legalização - opinem!

    Vejam esta entrevista do Jel ao Mario Crespo:

    https://www.youtube.com/watch?v=nut3_fUVXn4

    Cada vez mais ele me parece boa opção para ser uma das figuras públicas apoiantes do projecto.
    Tem estatuto suficiente para ser entrevistado pelo Mario Crespo na Sic Notícias e ao mesmo tempo não tem problemas em dizer o que pensa de uma forma clara, pragmática e activista.

    Reparem no que ele diz logo no inicio em relação ao Emplastro.. isso deu-me uma ideia, podia-mos arranjar voluntários(incluindo nós) ou criar um movimento em que apareceriam regularmente durante um periodo de tempo, pessoas nas reportagens de noticias em direto com cartazes pró-legalização e mensagens de sensibilização ahah
    Mas sempre sem violência, imponência ou barulho, apenas uma infiltração pacifica e engraçada que pode criar empatia e criar também discussão sobre o assunto.

    Não sei se isto é mesmo boa ideia para o futuro ou se sou só eu que estou todo broado lol digam-me voces

  30. Los siguientes 2 Usuarios dan las gracias a fsgreenworld por este Post:

    growbloom (30/11/2016), Tommy_Joao (29/11/2016)

+ Responder Tema
Página 2 de 8 PrimerPrimer 123456 ... ÚltimoÚltimo

Usuarios Etiquetados

Permisos de Publicación

  • No puedes crear nuevos temas
  • No puedes responder temas
  • No puedes subir archivos adjuntos
  • No puedes editar tus mensajes