+ Responder Tema
Resultados 1 al 11 de 11

Tema: lampada mista x lampada fluor

  1. #1
    Fecha de Ingreso
    18 Jun, 07
    Mensajes
    60
    Gracias
    0
    Agradecido 1 Vez en 1 Post
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    1 Mensaje(s)

    lampada mista x lampada fluor

    As lâmpadas fluorescentes são lâmpadas de vapor de mercúrio de baixa pressão. Uma carga eléctrica provoca o agitação do vapor de mercúrio através de um campo eléctrico entre dois eléctrodos originado a emissão de radiação UV. A matéria fluorescente usada no interior do tubo de vidro converte a radiação em luz visível. Diferentes matérias fluorescentes dão à luz tonalidades diferentes.


    ... se a lampada fluor eh de vapor de mercurio...
    alguem me explica o problema da lampada mista?
    o problema dela eh luminosidade ou calor?
    se for os dois alguem com bom conhecimento explica ae...
    *GRATO

  2. #2
    Fecha de Ingreso
    03 Feb, 05
    Ubicación
    Brasil
    Mensajes
    2,033
    Gracias
    1,143
    3,633 gracias recibidas en 865 Posts
    Mencionado
    125 Mensaje(s)
    Etiquetado
    81 Tema(s)
    Citado
    68 Mensaje(s)

    Re: lampada mista x lampada fluor

    Posted by: Alma_Rastafari Mar 19 2004, 09:15 AM
    Esses são conceitos básicos sobre iluminação, luz e cores, extraídos do site sobre aquariofília:http://www.aqualandia.hpg.ig.com.br/...luminacao.html
    Para quem se interessa em aprender sobre iluminação para manter ecossistemas e organismos, dar uma pesquisada em sites sobre aquariofília é excelente.

    "CARACTERÍSTICAS DA LUZ"

    Na hora de falar de luz, entram em jogo muitos fatores para poder entender as característica de cada tipo de luz. Assim mesmo, estas características produzem um série de efeitos sobre a biologia dos seres vivos. Por tanto, será preciso esclarecer a priori todos os conceitos que entram em jogo para poder realizar uma valorização adequada. Por isso, vamos entender e conhecer de forma clara.
    Se alguém nos pergunta que cor tem a luz, diríamos que em todo caso é branco. Bem, eu concordo, mas muita gente desconhece é que esse branco é na realidade a soma de muitas cores. Todas as cores visíveis do espectro de luz juntos, dão aparência branca.

    Podemos exemplificar isso, falando do arco-íris, este fenômeno nada mais é do que a descomposição da luz quando essa passa pela água, constituindo esta última como um filtro que descompõe essa luz branca em todos seu componentes.

    O mesmo se pode observar quando usamos um disco pintado com todas as cores primárias e giramos rapidamente. O efeito ótico produzido é que as cores desaparecem e que da uma impressão de estarmos vendo a cor branca.

    Quando vemos qualquer tipo de cor, realmente o que vemos é a soma de várias cores e a impressão conjunta que nos dá como resultado a cor que vemos.

    O Ser humano não percebe a luz de forma objetiva, vemos muito mais a luz verde e amarela do que a luz azul a roxa. Por isso, um aquário marinho com uma luz actínia nos parece sombrio, quando realmente não está.

    As propriedades da luz são sua longitude de onda, sua energia e sua intensidade.

    A longitude de onda é uma simples medida entre a distancia entre cristas de duas ondas. Se mede a distância entre elas utilizando o sistema métrico decimal. As ondas de rádio mais largas podem medir uns 30 metros. A unidade que se utiliza para medir a longitude de onda é o nanômetro (nm).

    A freqüência é portanto às vezes que se emite uma onda por uma luz em um mesmo espaço. Dentro de uma luz, tal e como temos visto antes é um conjunto de várias cores. Cada uma desta cores tem diferentes longitudes de onda.

    A intensidade é a própria emissão de luz por parte de uma fonte luminosa que é expressa em lumens. Este fator é o que adquire maior importância na hora de considerar a iluminação na Aquariofilia.

    Quando se adquire uma lâmpada, uns dos fatores a analisar será a intensidade. Algumas vezes as luzes artificiais vem com dois números referidos a sua intensidade. O primeiro número se refere a intensidade da lâmpada nova e o segundo se refere a intensidade já com horas de funcionamento (vida média)

    "ALGUNS CONCEITOS IMPORTANTES"

    O que é a luz?
    É a radiação luminosa emitida pela excitação de um corpo em forma de energia visível. Esta radiação ao produzir-se na zona de espectro visível, nos permite ver objetos e cores.

    O que são as fontes luminosas?
    A excitação dos corpos luminosos podem ser de origem térmica como o Sol, ou de origem luminescente, como os raios de um relâmpago. Existem duas grandes famílias de fontes luminosas: a incandescente e a luminescente.

    O que são as lâmpadas?
    São fontes luminosas de origem elétrica. As lâmpadas com filamento produzem luz por incandescência. Existem vária lâmpadas de luz mesclada, isto é, produzem luz por incandescência e luminescência e fotoluminescência, como são as fluorescentes.

    O espectro:
    A mescla de todos as cores que compõem a luz que emite uma fonte luminosa que constitui seu espectro. O Sol e as lâmpadas incandescentes produzem um espectro contínuo, já as lâmpadas de descarga são descontinuo.

    Espectro visível:
    É situado desde o ultravioleta ao infravermelho entre os 400 nm, e 700 nm, de longitude de onda. Constituem a luz azul, a luz verde, a luz amarela e a luz roxa.

    Longitude de onda:
    É a distância entre duas cristas contínuas de uma onda medida em nanômetros (nm)

    Temperatura da cor:
    É a temperatura em graus Kelvin o qual um corpo negro (Planck) deve ser esquentado para que emita luz estável com uma determinada cor. Dito com outras palavras, é a expressão numérica em grau Kelvin do espectro de uma luz.

    A luz amarela ou a roxa (quente) tem uma temperatura de cor de uns 3000 graus kelvin. A luz azul (fria) tem uma temperatura de cor uns 10000 graus Kelvin. A luz do Sol tem uma temperatura de cor de uns 5000 graus Kelvin, e uns 2000 graus Kelvin quando está no horizonte. Conhecendo a temperatura da cor de uma luz sabemos se é adequada para seu uso nos aquários.

    Temperatura de Cor (Kelvin):
    Kelvin é a medida para expressar a cor de incandescência da lâmpada. Encontradas com vários valores de temperatura de cor (Kelvins) de 4500K a 10000K . Lembrando que, quanto maior a temperatura de Cor, maior será tendência de emissão da luz para a cor Azul e natural.
    Exp.: 4500K- amarelada – 10000K- Azulada.

    Índice de reprodução cromática (ICR)
    É a capacidade que tem a fonte luminosa de reproduzir as distintos cores do objeto iluminado com referência a luz solar. É uma escala que vai de 0 a 100. O valor máximo é constituído pela luz solar às 12:00 hs sem nuvens.

    É a relação existente entre o fluxo luminoso e a potência absorvida. Se expressa em lumens/watt. Nossa capacidade para perceber a luz não é a mesma para todo o espectro. Vemos muito mais a luz amarela e verde do que as demais. Por isso 1 watt de luz amarela nos parece que emite muito mais luz que 1 watt de luz azul ou roxa. Por tanto, pode-se alegar a conclusão de que uma lâmpada com mais eficácia pode ter menos eficiência. Tudo dependerá da quantidade de amarelo que produzirá!

    Eficiência do fluxo luminoso:
    É aquela parte proporcional de energia que a lâmpada consome que é convertida em luz visível medida em lumens.

    As lâmpadas incandescentes tem uma eficácia muito baixa, pois convertem a maior parte da energia que consomem em calor, e não em luz.

    O limite técnico para a medição da luz verde é de 680 lm/w. O da luz branca é de 225 lm/w.

    Iluminância
    É o fluxo que recebe uma determinada superfície situada a uma certa distância da fonte. Se mede em luxes, estes são o resultado da relação entre a intensidade luminosa e a distância ao quadrado (lm/d2). Se pode medir com a ajuda de um luxômetro.

    Lux
    É a incidência perpendicular de um lúmen em uma superfície de 1 metro quadrado. Um lux equivale a 0.0929 lumens.

    Lúmen
    É a quantidade de luz visível que emite uma lâmpada em todas as direções.

    Fonte:http://www.aqualandia.hpg.ig.com.br/...luminacao.html
    espero ter ajudado
    [COLOR=#fafafa !important]

  3. El siguiente Usuario da las gracias a Verdim por este Post:

    mr burns (07/05/2010)

  4. #3
    Fecha de Ingreso
    18 Jun, 07
    Mensajes
    60
    Gracias
    0
    Agradecido 1 Vez en 1 Post
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    1 Mensaje(s)

    Re: lampada mista x lampada fluor

    valeu verdim você é sincero!

  5. #4
    Fecha de Ingreso
    18 Jun, 07
    Mensajes
    60
    Gracias
    0
    Agradecido 1 Vez en 1 Post
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    1 Mensaje(s)

    Re: lampada mista x lampada fluor

    LEMBRANDO SEMPRE Q ELAS NAO DEVEM CONGELAR E Q O MERCURIO TAMBEM ESTA NA MISTA OK!

    MISTURE BEM O SEU SOLO

  6. #5
    Fecha de Ingreso
    04 Mar, 10
    Ubicación
    Brasil
    Mensajes
    10
    Gracias
    1
    9 gracias recibidas en 5 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    1 Tema(s)
    Citado
    1 Mensaje(s)

    Respuesta: lampada mista x lampada fluor

    Estou usando uma lampada de 60w florescente,minha planta ira florescer?

  7. #6
    Fecha de Ingreso
    15 Jan, 10
    Mensajes
    345
    Gracias
    85
    273 gracias recibidas en 135 Posts
    Mencionado
    1 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    1 Mensaje(s)

    Respuesta: lampada mista x lampada fluor

    Cita Iniciado por duevaldt Ver Mensaje
    Estou usando uma lampada de 60w florescente,minha planta ira florescer?
    Cara, depende de uma série de fatores, inclusive o que você quer dizer por florescer.
    Se por florescer você quer dizer dar flores, vai depender se vc vai mudar o fotoperíodo para 12 horas de luz e 12 horas sem luz(induzindo a planta a mostrar o seu sexo e possivelmente dar flores), se sua planta é fêmea, do tamanho da planta, do tipo de refletor da lampada, da cor da lampada, etc...
    Se vc quis dizer se ela vai prosperar(crescer), 60w é quantidade suficiente para uma planta pequena/média. Lembrando que ainda não existe lampada florescente e sim fluorescente.
    Espero ter dado alguma luz aí!

  8. #7
    Fecha de Ingreso
    03 Feb, 05
    Ubicación
    Brasil
    Mensajes
    2,033
    Gracias
    1,143
    3,633 gracias recibidas en 865 Posts
    Mencionado
    125 Mensaje(s)
    Etiquetado
    81 Tema(s)
    Citado
    68 Mensaje(s)

    Respuesta: lampada mista x lampada fluor

    fluorecentes que florecem.........


    mas entao

    dentre essa serie de fatores virgula
    tem o fator SABER o que faz pra chegar no que se quer.

    pq se vc nao for persistente acaba desistindo pelo insucesso

    entao amigo
    LEIA
    [COLOR=#fafafa !important]

  9. #8
    Fecha de Ingreso
    04 Mar, 10
    Ubicación
    Brasil
    Mensajes
    10
    Gracias
    1
    9 gracias recibidas en 5 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    1 Tema(s)
    Citado
    1 Mensaje(s)

    Respuesta: lampada mista x lampada fluor

    florescer no sentido de dar flores mesmo,troquei por uma 160w,ouvi sempre todos falarem em lampada de vapor de sodio com mais de 200w,mais dai o custo sai muito alto tendo que botar reator etc...e então botei essa de 160w fluorescente(branca),e estou no esquema 12/12.as plantas devem estar com 1 mes.

  10. #9
    Fecha de Ingreso
    04 Mar, 10
    Ubicación
    Brasil
    Mensajes
    10
    Gracias
    1
    9 gracias recibidas en 5 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    1 Tema(s)
    Citado
    1 Mensaje(s)

    Respuesta: lampada mista x lampada fluor

    na verdade a lampada tem 46w mas equivalente a uma incandescente é 160w,ela gera 6400k

  11. #10
    Fecha de Ingreso
    18 Mar, 08
    Mensajes
    1,267
    Gracias
    785
    1,163 gracias recibidas en 418 Posts
    Mencionado
    54 Mensaje(s)
    Etiquetado
    42 Tema(s)
    Citado
    82 Mensaje(s)

    Respuesta: lampada mista x lampada fluor

    Carecon diz , e ae duevaldt , meu chapa vc pode sim vegetar com essa lampada , agora florir será inviável pois além de fugir ao espectro ideal pra flora , é mutio pouca luz pra florir . O ideal seria uma lampada de 2700Kelvim e não de 6400 e com essa quantidade de watts vc teria que confiná-la em um espaço super reduzido para ter aproveitamento total da sua lampada .
    Brow vá juntando , divida no cartão , deixe de beber cerveja na esquina , de menos dinheiro pra sua muie , etc... ; arrume um fundo de gaveta e todo dia jogue qualquer coisinha lá , quando menos esperar , tu compra as coisas .
    O kultivo de maconha indoor é um hobby caro , e se vc quizer um resultado que possa se dizer satisfatório , terá que gastar alguma coisa , seja no equipo , seja na luz , no que for preciso , uma lampada HPS de 150w não gasta tanto assim e dá show . Na pior das hipóteses , arrume um sócio-patrocinador e divida o resultado com ele , depois que vc já tiver tudo , é só alegria.
    To por ai

  12. El siguiente Usuario da las gracias a carecon por este Post:

    mr burns (07/05/2010)

  13. #11
    Fecha de Ingreso
    04 Nov, 15
    Mensajes
    2
    Gracias
    9
    0 gracias recibidas en 0 Posts
    Mencionado
    0 Mensaje(s)
    Etiquetado
    0 Tema(s)
    Citado
    0 Mensaje(s)

    Re: lampada mista x lampada fluor



    Valeu irmão essa é daquelas dicas que tem que salvar no HD mesmo, muito boa!
    Cita Iniciado por Verdim Ver Mensaje
    espero ter ajudado

+ Responder Tema

Temas Similares

  1. Tutorial - Luminotécnica, Eletrotécnica e Instalação
    Por Tiradentes en el foro Desenho e Construção
    Respuestas: 278
    Último Mensaje: 16/01/2016, 21:39 PM
  2. Primeiro cultivo fluor com fotos! Prensadão!
    Por verdusco en el foro Cultivo Indoor
    Respuestas: 18
    Último Mensaje: 07/12/2006, 18:05 PM
  3. 1º Grow, 100/ fluor, com fotos
    Por Arape en el foro Cultivo Indoor
    Respuestas: 47
    Último Mensaje: 23/11/2006, 15:39 PM

Usuarios Etiquetados

Permisos de Publicación

  • No puedes crear nuevos temas
  • No puedes responder temas
  • No puedes subir archivos adjuntos
  • No puedes editar tus mensajes