Anuncio

Colapsar

Anúncios, tráfico, venda/troca de sementes, spammers, trolls e etc...

Galera,

Nessa semana eu apaguei as mensagens de um spammer querendo criar grupos de whatzapp.

Como o fórum está pouco movimentado, consequentemente os moderadores não necessitam de uma participação tão ativa. Portanto, casos assim talvez demorem uns dias para serem resolvidos.

Por favor, aqui é todo mundo grandinho o suficiente para não cair no conto do vigário de anúncios, tráfico, venda/troca de sementes, spammers, trolls e etc...


Atenciosamente,
Moderação CCBR
Ver más
Ver menos

GENETICA e fale sobre a sua genetica

Colapsar
X
  • Filtrar
  • Tiempo
  • Mostrar
Limpiar Todo
nuevos mensajes

  • GENETICA e fale sobre a sua genetica

    Genética

    Por lui

    A um lugar concreto do cromossomo (isto é, um lugar na corrente de DNA), se lhe denomina lócus (lugar). Se neste lugar, existe uma verdadeira informação para a expressão de um caráter, a dita informação a denominaremos “gene”.
    Um gene não produz um caráter com independência dos demais genes. Para que um gene realize sua função é necessário de que se lhe proveja do necessário para realizá-la e possa transmitir sua contribuição. Se na longa corrente se rompe um elo e não lhe chega substância adequada, não poderá operar corretamente.
    A união dos gametos combina dois conjuntos de genes, um de cada progenitor.Portanto, cada gene, situado numa posição específica sobre um cromossomo e que afeta a um caráter particular (por exemplo, folha larga ou folha estreita), está representado por duas cópias (H e h), uma procedente da mãe e outra do pai. Cada cópia se localiza na mesma posição sobre cada um dos cromossomos pares da célula germinal feminina (zigoto). Quando as duas cópias são idênticas (HH ou hh), diz-se que a planta é homocigóticas para aquele gene particular (folha larga ou bem folha estreita). Quando são diferentes (Hh, cada progenitor contribui uma alternativa alelomorfa diferente ou alelo do mesmo gene), diz-se que a planta é heterocigótico para dito gene e por tanto para a forma da folha. Ambos alelos de dito gene (H e h), estão conteúdos no material genético do indivíduo, mas se um é dominante, só se manifesta este. No entanto, como demonstrou Mendel, o caráter recessivo pode voltar a manifestar-se em gerações posteriores (em plantas homocigóticas para seus alelos). Uma planta hermafrodita que se autopolinice ou outra que se cruzamento com um genótipo individual e idêntico para um determinado rasgo, será homocigóticas e reproduzirá fielmente dito rasgo.
    Os rasgos que possui um parental homocigótico se transmitirão à descendência, a qual se parecerá aos demais e ao pai. Em mudança se a planta é heterocigótico, a descendência resultante pode não possuir os rasgos paternos e diferirá provavelmente cada um do outro. Os alelos se designam sempre com uma única letra; o alelo dominante se representa com uma letra maiúscula e o recessivo com uma minúscula.
    Por exemplo, a capacidade de uma planta para desenvolver uma folha larga, depende de um alelo particular (A), enquanto a ausência desta capacidade mostrará uma folha estreita, e será conseqüência de outro alelo (a) do mesmo gene. Os efeitos da são dominantes; os de (a), recessivos.
    Portanto, os indivíduos heterozigóticos (Aa), bem como os homocigóticas (AA), para o alelo responsável da produção de folha larga, a desenvolverão. As plantas homocigóticas para o alelo que não possui a capacidade de desenvolver folhas largas (aa), serão estreitas. Cada indivíduo da descendência em que ambos são heterozigotos (Aa), têm um 25% de probabilidades de ser homocigotos (AA), um 50 % de ser heterozigotos (Aa), e um 25% de ser homocigotos (aa). Só os descendentes que são (aa) terão a folha estreita. Ambos alelos estarão presentes no material genético do descendente heterocigótico, quem originará gametos que conterão um ou outro alelo.
    Observamos que a cada planta filha na descendência tem uma possibilidade entre quatro de ter folhas estreitas.A maioria das vezes não ocorre como no caso anterior que um alelo é dominante e o outro recessivo. Por exemplo, os pistilos das flores femininas do cannabis, podem ser brancos, amarelos, vermelhos, roxos, etc. As plantas com pistilos vermelhos podem ter duas cópias do alelo (R) para a cor vermelha dos pistilos, e, portanto são homocigóticas (RR). As plantas com pistilos brancos têm duas cópias para o alelo (r) para a cor branca das flores, e são também homocigóticas (rr). As plantas com uma cópia de cada alelo, heterozigótica (Rr), são rosas, isto é, uma mistura de cores produzida pelos dois alelos.Rara vez a ação dos genes é questão de um gene isolado que controla um só caráter. Com freqüência um gene pode controlar mais de um caráter, e um caráter pode depender de muitos genes. Herança quantitativa
    Os caracteres que se expressam como variações em quantidade ou extensão, como o peso, tamanho ou o grau de pigmentação, nível de THC, etc., que são os que, maiormente interessam para a produção de cannabis narcótico, costumam depender de muitos genes, bem como das influências ambientais. Com freqüência, os efeitos de genes diferentes parecem ser aditivos, isto é, parece que cada gene produz um pequeno incremento ou descenso independente dos outros genes. Por exemplo, a altura de uma planta pode estar determinada por uma série de quatro genes: A,B,C e D. Suponhamos que quando seu genótipo é aa, bb, cc, dd, a planta atinge uma altura média de 100 cm, e que cada substituição por um par de alelos dominantes aumenta a altura média nuns 20 centímetros. No caso de uma planta que é AA, BB, cc, dd sua altura será de 140 cm, e naquela que é AABBCCDD será de 180 centímetros. Em realidade, os resultados não costumam ser tão regular. Genes diferentes podem contribuir de forma diferente à medida total, e certos genes podem interagir, de maneira que a contribuição de um depende da presença de outro.
    A combinação de influências genéticas e do meio se conhece como herança multifactorial.Deve-se recordar que as relações do fenótipo são teóricas. Os resultados verdadeiros podem variar desde as relações esperadas, especialmente em mostras pequenas.O processo denominado de conversão genética ocorre em ocasiões quando a recombinação de alelos tem lugar sem que se produzam intercâmbios recíprocos entre os cromossomos. Em aparência, quando existem duas versões diferentes do mesmo gene (num indivíduo heterocigótico), uma delas pode ser “corrigida” para equiparar-se à outra. Tais correções podem ter lugar em qualquer direção. Por exemplo, o alelo “A pode” ser modificado à “” ou ao inverso. Em ocasiões vários genes adjacentes experimentam uma conversão conjunta; a probabilidade de que esta se produza entre dois genes depende da distância entre eles.

  • #2
    Re: GENETICA e fale sobre a sua genetica

    Poliplóides
    O poliploidismo é a multiplicação global da dotação cromossômica nas plantas. Como já sabemos, o cannabis tem 20 cromossomos na condição vegetativa, passando do número diplóide 2N a 3N, 4N, etc., e é transmissível de célula a célula.Experimentalmente aparecem células TETRAPLOIDES e OCTOPLOIDES menor, tratando as plantas com uma solução de 1miligrama de colchicina em 100 mililitros de água destilada e fresca (a colchicina é termolábil). A colchicina é uma substância muito tóxica que se extrai de uma planta tubero-bulbosa, parecida ao açafrão, denominada Cólquico, que cresce nos prados do Pirineo e Navarra. Utiliza-se em medicina, comercializada em farmácias com o nome de colchicine “” entre outros, para o tratamento da gota em dose de 1 miligrama.

    Utiliza-se às doses indicadas durante a germinação, empapando as sementes com esta solução até que são semeadas, quando começa a sobressair à radícula. A esta experiência só costuma sobreviver um 15% de indivíduos, dos quais um 10% só obterá a condição tetraploide. Também se inoculam as soluções de colchicina nos meristemas e nos cultivos de tecidos em vidro. Não é verdadeiro que as plantas poliplóides tratadas com colchicina sejam tóxicas, nem em sua geração nem nas sucessivas.O poliploidismo no cannabis se acompanha de gigantismo, localizado, geralmente, nos grãos de pólen e nos órgãos florais, ao mesmo tempo em que se favorece o incremento da resina segregada e um ligeiro aumento dos níveis de THC.
    As variedades triploides (3n) formam-se, com grande dificuldade, cruzando tetraploide com diplóides. As variedades triploides resultam inferiores em general na maioria dos casos a ambos diplóides e tetraploide.
    De Pasquale et ao. (1979) em experimentações levadas a cabo com plantas de cannabis, que se trataram com soluções ao 0.25% e 0.50% de colchicina nos meristemas primários, deram como resultado plantas algo mais altas e com folhas ligeiramente maiores do que as normais. Assim mesmo ocorreram anomalias no crescimento da folha num 20% e 39% respectivamente, das plantas tratadas sobreviventes. No grupo primeiro (0.25%), os níveis em cannabinoides eram mais elevados nas plantas sem anomalias, e no segundo grupo (0.50%) os níveis de cannabinoides eram mais altos em plantas com anomalias. Todas as plantas tratadas mostraram um 166-250% de aumento em THC com respeito às plantas diplóides de controle, e uma diminuição nas percentagens de CBD de um 30-33% e de CBN num 39-65%. Convém pontualizar que os níveis de THC nas plantas de controle eram muito baixos (menos de 1%). Possivelmente a colchicina ou o resultante poliplóide inmiscuye com as biogêneses de alguns cannabinoides para favorecer o THC. Nas plantas tratadas que mostraram uma folha deforme, o 90% das células são tetraploide e 10% restante são diplóides. Nas que não mostraram deformação, umas quantas células são tetraploide e o resto triploides e diplóides.Como espécies poliplóides conhecidas poderíamos indicar: Aveia, batata, cana de açúcar, banana, amendoim, fumo, algodão, alfafa, as pomoideas (macieira, pereira, etc). Bem como quase todas as flores vistosas, rosas, lírios, crisântemos, dálias, etc.
    Archivos Adjuntos

    Comentario


    • #3
      Re: GENETICA e fale sobre a sua genetica

      ok

      ehheeh

      Comentario


      • #4
        Re: GENETICA e fale sobre a sua genetica

        boa Feone

        maior incentivo que há, é traduzir esses textos dos papas do assunto

        pena q o universia traduza somente 200 palavras de cada vez
        [COLOR=#fafafa !important]

        Comentario


        • #5
          Re: GENETICA e fale sobre a sua genetica

          é esse mesmo que uso é um saco, mas tenho paciencia para essas coisas.
          E gostei do assunto porque lembro do tempo de escola nas aulas de biologia e da professora é era linda de mais.

          Comentario


          • #6
            Re: GENETICA e fale sobre a sua genetica

            minha prof. de biologia era linda tb...kkkkk
            Se Leonardo da 20...porque eu não posso dar 2?

            Comentario


            • #7
              Re: GENETICA e fale sobre a sua genetica

              Caralho mano!!!!

              Quem fez este diagrama esta de PARABENS...

              Eu ja gastei foi hora tentando explicar e ate mesmo pra entender no comeco...

              Muito legal...

              Pena que eu nao vi isso a uns 5 anos atras...

              Mandou MUITO BEM...

              VALEU MESMO...

              sigpic...Então... montei um growzinho... vamos ver no que dá...

              Comentario


              • #8
                Respuesta: GENETICA e fale sobre a sua genetica

                legal bicho...
                rsgatar os bons topicos que estao la no fundo....

                ja disse que maluco nao ve, pq no default do site : nao respondido em 30 dias some ate ordem ao contrario....

                só mudar la nas opçoes que aparece tudo

                mas essa tabela ai aoque tudo indica?
                é do Lui
                manja?
                Luis Hidalgo
                cultivo extremo
                cultivo aromatico


                quem nao leu, leia
                [COLOR=#fafafa !important]

                Comentario


                • #9
                  Respuesta: GENETICA e fale sobre a sua genetica

                  Muito interessante....

                  o Lui sabe tudo mesmo... lembro de uma guerrilha dele e um amigo.. a mais bonita q já ví....

                  o assunto é muito foda... mas quanto mais leio com mais vontade de estudar a fundo e começar a brincar de breeder eu tenho...

                  mas não posso esquecer q "isso aqui ôôô... é um pouquinho de Brasil iáiá!!!"

                  a pica é grossa e estoca com força...

                  fora isso, tem q ter espaço... MUITO espaço... ou alguem aqui vai se dispor a ter 1 genética de cada vez no grow?


                  tenho andado preguiçoso demais
                  Why stand on a silent platform???
                  Fight the war!!!
                  Fuck the norm!!!
                  "Rage against the machine"

                  Comentario


                  • #10
                    Respuesta: GENETICA e fale sobre a sua genetica

                    Galera em vez de falar da minha genetica vou perguntar sobre ela, germinei umas seeds de um tal de clone branco, são parecidas ao skunk #1 q tenho alguem saberia dizer que origem tem essa planta e tals.

                    Obrigado e um abraço
                    "Planto alegria para colher felicidade e no processo cultivando a PAZ..."
                    Seguimento 1º Indoor do Gringo

                    Comentario


                    • #11
                      Respuesta: GENETICA e fale sobre a sua genetica

                      desconheço essa strain ae, man...fora que esse negócio aí de genética, os cientistas que me desculpem, mas eu deixo a vida levar: todo mundo no out (de fato, tem que ter espaço) na maior promiscuidade, meu jardim é uma orgia de cannabis...aushuahsuhaushuahsuahs
                      Editado por última vez por Macaco Natalino; https://www.cannabiscafe.net/foros/member/58205-macaco-natalino en 01/12/2009, 17:52 .
                      Não temo a guerra, pois a covardia não muda o destino.

                      sigpic

                      Comentario


                      • #12
                        Respuesta: GENETICA e fale sobre a sua genetica

                        Irmão Macaco!

                        Desde que entrei no time do CC, entrei com a intenção de aprender sobre cruzas intercannabicas! Pois meu objetivo é me tornar autosuficiente tanto em relação ao tráfico quanto às sementes gringas.

                        Recentemente, visando um experimento ,cruzei uma Lowryder macho com uma cannabis qualquer de um bagulho adquirido no trafico. A planta encheu de semente em todos os camarões.

                        Lí umas paradas que os filhotes perdem força e não são bons e tal. mas não acredito nisso.

                        Pelo jeito vc já teve experiencias como as que to iniciando. Me diga-me, vc já cruzou strains gringas com brasileiras (trafico)? O que deu? o que vc aconselha?

                        Comentario


                        • #13
                          Respuesta: GENETICA e fale sobre a sua genetica

                          cara, as sementes são justamente a intenção. e isso que você ouviu falar se refere a clones, o pessoal diz que ficam mais fracos com o passar das gerações (se feitas madres posteriores a partir do clone, se vc tem uma mmadre e tira clones dela sempre, eles vão ter sempre a mesma força da mãe) e qto a ruzar coisa gringa com genética de prensado, já fiz sim, e é normal, normalmente saem boas plantas, pois o prensado não é ruim por genética, mas sim por condições de armazenagem, colheita, aditivos quimicos, e principalmente, você não sente a potencia verdadeira justamente por se tratar de uma pá de planta prensada, macho, herma, femea, umas maduras, umas ainda novas...vai cruzando aí, que fica loco.
                          Não temo a guerra, pois a covardia não muda o destino.

                          sigpic

                          Comentario


                          • #14
                            Respuesta: GENETICA e fale sobre a sua genetica

                            Originalmente publicado por Shroomary Ver Mensaje
                            Irmão Macaco!

                            Desde que entrei no time do CC, entrei com a intenção de aprender sobre cruzas intercannabicas! Pois meu objetivo é me tornar autosuficiente tanto em relação ao tráfico quanto às sementes gringas.

                            Recentemente, visando um experimento ,cruzei uma Lowryder macho com uma cannabis qualquer de um bagulho adquirido no trafico. A planta encheu de semente em todos os camarões.

                            Lí umas paradas que os filhotes perdem força e não são bons e tal. mas não acredito nisso.

                            Pelo jeito vc já teve experiencias como as que to iniciando. Me diga-me, vc já cruzou strains gringas com brasileiras (trafico)? O que deu? o que vc aconselha?
                            Vai depender do teu objetivo... Por exemplo, se vc quiser manter a caracteristica de autoflorescer nas futuras gerações, tem que manter um padre dessa lowrider macho, e ficar fazendo cruzas dele com suas melhores filhas de gerações posteriores explicando...

                            P1(Desconhecida) x P2 (Lowrider)

                            Resulta em sementes (F1) com caracteristicas distintas, podendo até não ser autoflorescentes(AF).

                            F1(femea) x P2(clone do primeiro macho) = F2 (muito mais chances de serem (AF).

                            F2 x P2 = F3.... lá pro f5, possivelmente suas plantas serão bem uniformes e vc pode distibruir sementes lowrider pra galera...

                            A outra dúvida "se cruza entre plantas as deixam mais fracas" - quase sempre não, o problema é a instabilidade da genética, você não pode afirmar com vai crescer (vários fenos) - Jack Herer da Sensi, NYCD do Soma, são exemplos de hibridos famosos... Um pack é sempre uma surpresa de fenos.

                            Maio de 2010 pretendo mandar pra galera minha primeira leva de sementes, isso se os moderadores permitirem, F1 de Blueberry, F1 de Black Widow e F1 de Blueberry x Black Widow...

                            Comentario


                            • #15
                              Respuesta: GENETICA e fale sobre a sua genetica

                              Muito bom,

                              Muito obrigado aos irmãos. Pelo incentivo do Macaco e pela explanação cannábico-cientíca do Gato.

                              Estou com uma mae g'rvida com várias sementes, postarei fotos das crias, assim que eu voltar para a Terra.

                              Abraço a todos e FELIZ ANO NOVO para todos nós!!!

                              Comentario

                              Trabajando...
                              X