Anuncio

Colapsar

Anúncios, tráfico, venda/troca de sementes, spammers, trolls e etc...

Galera,

Nessa semana eu apaguei as mensagens de um spammer querendo criar grupos de whatzapp.

Como o fórum está pouco movimentado, consequentemente os moderadores não necessitam de uma participação tão ativa. Portanto, casos assim talvez demorem uns dias para serem resolvidos.

Por favor, aqui é todo mundo grandinho o suficiente para não cair no conto do vigário de anúncios, tráfico, venda/troca de sementes, spammers, trolls e etc...


Atenciosamente,
Moderação CCBR
Ver más
Ver menos

Espetáculo teatral aborda a legalização da maconha no Brasil

Colapsar
X
  • Filtrar
  • Tiempo
  • Mostrar
Limpiar Todo
nuevos mensajes

  • Espetáculo teatral aborda a legalização da maconha no Brasil

    Espetáculo teatral aborda a legalização da maconha no Brasil
    Publicado em 16/02/2016 | por Mary

    Sinal dos tempos cada vez mais verdes, o teatro brasileiro também está entrando na luta pela legalização da maconha. Pela primeira vez na história do país, uma peça infantil retratará a luta dos pacientes que necessitam da erva para aliviar suas dores.

    Inspirada no original de L. Frank Baum, “Clárian e o Mágico de OZ” contará a história da brasileira Clárian, hoje com 11 anos. Nascida com síndrome de Dravet, a pequena lidou boa parte da vida com severas crises epilépticas e atraso no desenvolvimento psicomotor. Até que. diante da ineficácia dos tratamentos e medicamentos tradicionais, sua família resolveu tentar o tratamento com cannabis. Com o uso do canabidiol (CBD), as crises de Clárian diminuíram de uma média de 16 para duas por mês.

    Transportada para o musical “Mundo de OZ”, ela representa a personagem da menina Dorothy e pede ao Mágico de OZ que crie imediatamente uma lei que libere o remédio e o tratamento para todas as crianças que estão sofrendo por portar alguma doença.

    O conflito se estende também aos outros personagens principais, que também representam pacientes brasileiros que dependem da maconha, como o Espantalho “Gui”, que precisa de um cérebro, pois é portador de paralisia cerebral; o Homem de Lata‬ “Gilberto Castro”, que sofre de esclerose múltipla e Leão Medroso‬ “Marilena”, que sofre do mal de Parkinson e não consegue parar de tremer.

    clarianeomagicodeoz.jpg

    Com foco no público infantil, a peça aborda o tema da cannabis de maneira “velada, sutil e simbólica”, como define a idealizadora do projeto, a professora de dança e produtora cultural Lúcia Almeida Esperança. “Sem baixo astral, o espectador encontrará uma linda e divertida e sensível história de superação”, completa.

    O espetáculo também promete momentos de interação. Representando os intragáveis proibicionistas, a Bruxa Malvada do Oeste, que é contrária à liberação da planta, fará uma enquete sobre o tema com a plateia, que poderá opinar através de placas encontradas abaixo das poltronas. ” A ideia é fazer com que as pessoas debatam, discutam, questionem e ao final se posicionem, mesmo que de maneira contrária á nossa luta”, ressalta Lúcia.

    Sob o comando do diretor Rony Guilherme Deus, da “Estúdio Mágico Produções”, a peça estreia no dia 28/02 (domingo) no Teatro Bibi Ferreira, em São Paulo (SP). As apresentações também acontecerão aos domingos, às 11 horas. A temporada segue até 24 de abril.

    Sinopse:

    Clárian, uma menina meiga e sonhadora se vê afastada das aulas de balé, pois é portadora da Síndrome de Dravet. Sua única chance de ter uma vida “normal” é tomar um remédio de substância ainda proibida no Brasil. Decide então, que nada irá destruir seu grande sonho de ser uma bailarina e resolve viajar para o Mundo de Oz e pedir ao mágico que libere o seu remédio, afinal, ela ouviu dizer que ele consegue realizar os sonhos mais impossíveis. Chegando lá, se une a um espantalho que sonha em ter um cérebro, um homem de lata que quer ter um coração e um leão medroso que precisa de coragem. Após uma sensível, emocionante e divertida aventura, Clárian descobre que a liberação de seu remédio pode ser mais simples do que imaginava, bastando apenas que as pessoas incumbidas de liberar o tal remédio usem o cérebro, o coração a coragem e também a compaixão.

    Ficha Técnica:

    Título: Clárian e O Mágico de Oz (Inspirado na obra de L. Frank Baum)

    Texto e Direção: Rony Guilherme Deus

    Colaboradora e idealizadora da mobilização: Professora Lúcia Esperança

    Diretor de arte e efeitos especiais: Lukkas Martins

    Indicação etária: Livre

    Duração: 60 minutos

    Elenco: Rebeca Reis, Lukkas Martins, Paulo D’jesus e Cristina Mazuca.

    Participação especial: Maximiliana Reis

    Músicas: Charles Dalla e Walter Jr. – Cenários: Pedro Kalleniuk – Figurinos: Cida Leão

    Coreografia: Junior Lima – – Realização: Estúdio Mágico Produções

    Assessoria de imprensa: Lara Deus

    Serviço:

    “Clárian e o Mágico de Oz” – Musical Infantil – Faixa Etária: livre / Duração: 60 minutos /

    Estreia domingo: dia 28 de fevereiro às 11 horas

    Teatro Bibi Ferreira – Av. Brigadeiro Luiz Antônio, 931 – B. Vista – SP/SP – inf, (11) 3105-3129. Domingos às 11 horas – Temporada até 24 de abril

    Mais informações: (11) 3232-1766 (11) 98555-2594

    Fonte:
    https://maryjuana.com.br/espetaculo-...-magico-de-oz/
    sigpic
    Consumir o que você mesmo planta é algo tão básico, tão fundamental, que é absurdo pensar que o sujeito pode ser proibido disso!
    Choupana Orgânica * Chapelaria Mágica * Jardim Etnobotânico
    http://www.cannabiscafe.net/foros/sh...aria-Mágica

  • #2
    Re: Espetáculo teatral aborda a legalização da maconha no Brasil

    maior maresia

    Comentario

    Trabajando...
    X